Com as de recapeamento da Avenida Dias Barroso, que corta a cidade e se transforma na rodovia MS-395 no seu prolongamento, os motoristas são direcionados para outras rotas. Mas devido ao fluxo de veículos pesados, os calçamentos das vias de , cidade localizada a 311 km de , estão sendo destruídos.

Nesta última terça-feira (17), o Demutran (Departamento Municipal de Trânsito) redirecionou os veículos para Rua Rio Paraná. Mas o tráfego de carretas e caminhões destruiu em poucas horas o calçamento.

A rua é calçada com blocos sextavados, que não resistiram ao peso dos veículos e cederam, causando uma depressão na via. As carretas foram direcionadas para a Rua Rio Paraná.

Desde quando iniciou as obras da Avenida Dias Barroso, o trajeto traçado pelo Demutran gerou da população por passar próximos a escolas.

Nesta quarta-feira (18), equipe da Secretaria de Obras realiza reparo na Rua , que também sofre deterioração causada com fluxo de veículos pesados. O reparo é feito com pedras sextavadas em que a pavimentação é de manta asfáltica.

Obra

A de recapeamento da Avenida Dias Barroso teve início em setembro e contará com a restauração no pavimento, ações de drenagem de águas pluviais e execução de bacia de detenção. Serão investidos R$ 4,6 milhões, com prazo para conclusão da obra em 360 dias.

Saiba Mais