Desde setembro de 2022, Edimilse das Graças, 58, tenta passar por perícia no . Nesta sexta-feira (24) deu com a cara na porta do órgão pela terceira vez em seis meses.

Ela mora em Maracaju e além da viagem de 160 km, precisa desembolsar R$ 120 só para ir e vir do município.

Leitora do Jornal Midiamax, ela afirma que está tentando auxílio doença no INSS, pois desde 2018, quando entrou em coma devido a alta, seu quadro de saúde se agrava. Atualmente ela quase não enxerga e seus rins funcionam mal.

Ela tinha perícia agendada para às 15h20 desta sexta-feira, mas ao chegar no local foi informada por seguranças que não havia sistema para atender aos agendamentos. “Pediram para remarcar pelo telefone, ainda eu que vou ter que explicar porque não me atenderam”, diz.

Seu primeiro agendamento foi em novembro do ano passado, quando manifestantes contrários ao resultado da eleição, fecharam as rodovias e ela não conseguiu chegar a . Marcada para janeiro de 2023, o próprio INSS remarcou para março.

Em contato com a assessoria local do INSS, informaram que houve falha no sistema “só pela manhã”.

Está sabendo de algo que MS precisa saber? Conte pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.

Você pode enviar flagrantes inusitados, denúncias, e sugestões com total sigilo garantido pela lei.

Acompanhe nossas atualizações no FacebookInstagram e Tiktok

Saiba Mais