O mecânico Altair Tomé de Souza, de 66 anos, acordou na manhã desta sexta-feira (20) tentando limpar e contabilizar o prejuízo após uma árvore cair no muro da residência, na Rua , no Santo Amaro, em . O temporal deixou rastro de destruição pelas ruas.

Na casa de Altair, ele conta que durante o temporal, na tarde de quinta-feira (19), levou um susto. Apesar da árvore ser de porte baixo, causou estrago na queda.

“Muita chuva e muito vento, aí na hora eu escutei o barulho e imaginei que era alguma árvore, mas só fui ver mesmo depois da chuva”.

Árvore de pequeno porte caiu sobre o muro (Nathalia Alcântara, Midiamax)

O morador conta que não teve maiores prejuízos porque a queda não chegou a danificar o telhado, paredes da casa ou o seu carro. “Por sorte não teve muito problema, agora vou ter que cortar e esperar crescer mais uma vez”.

Os estragos causados pela chuva no bairro Santo Amaro são visíveis, ao caminhar pela região, é possível ver diversas árvores pelo chão. Além disso, comércios tiveram suas fachadas arrancadas pela força do vento, que chegaram a 80 km/h. Na Rua Engenheiro Amélio de Carvalho, um fio de está atravessando a vida, por conta de uma queda de árvore.

Fachadas no bairro Santo Amaro (Nathalia Alcântara, Midiamax)

Danos na cidade

Após tempestade com ventos que chegaram a 80 km/h, árvores caíram e rede elétrica foi danificada em Campo Grande. Um dos danos causados pela chuva, os semáforos amanheceram desligados e causam transtorno na região central.

Conforme apurado pelo Jornal Midiamax que acompanha nas ruas os prejuízos da tempestade, na Avenida Afonso Pena os semáforos estiveram sem energia ainda no começo da manhã, mas voltaram a funcionar após manutenção da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Estragos da chuva da tarde e da noite dessa quinta-feira (19) (Nathalia Alcântara, Midiamax)

Saiba Mais