O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) renovou o alerta de tempestade para as 79 cidades de Mato Grosso do Sul. Nesta sexta-feira (20), há risco de temporal acompanhado de rajadas de vento de 40 a 60 km/h.

O aviso amarelo, com grau de severidade de perigo potencial, é válido das 9h26 desta manhã às 10h de sábado (21). Pode chover de 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros ao dia, com ventos intensos e queda de granizo.

A condição favorece o risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de galhos de árvores e de alagamentos.

Em casos de emergência, a orientação é entrar em contato com a Defesa Civil pelo telefone 199 ou o Corpo de Bombeiros no 193.

Durante o temporal, os moradores devem evitar se abrigar debaixo de árvores, pelo risco de descarga elétrica, além de evitar estacionar próximo de torres de transmissão ou placas de propaganda.

Muito vento e pouca chuva

Nos últimos dias, Mato Grosso do Sul registra altas temperaturas e tempestades rápidas, que deixam rastro de destruição diante da força do vento. Em Campo Grande, ventos de 80 km/h e queda de mais de 14 mil raios causaram danos a moradores de diversos bairros.

Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo e Clima de Mato Grosso do Sul) divulgou nesta sexta-feira (20) as cidades que registraram os maiores acumulados de chuva das últimas 24 horas no Estado. Além disso, o órgão meteorológico alertou para novas tempestades nas próximas horas em MS.

Segundo o levantamento, Dourados foi a cidade que mais registrou acumulado de água nas últimas 24 horas, com mais de 75mm. Campo Grande aparece como 3ª cidade que mais choveu em Mato Grosso do Sul.