A (Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande) ampliou o grupo que pode ser imunizado com a dose bivalente. A partir desta sexta-feira (10), idosos a partir de 60 anos e trabalhadores da área da saúde acima de 40 anos podem receber a vacina que protege contra a cepa original e a variante Ômicron. 

Vale ressaltar que todas as vacinas são eficazes e protegem contra casos graves da doença. 

Além do novo público, também podem ser imunizados com a bivalente quilombolas, indígenas aldeados e pessoas com imunocomprometimento que tenham 12 anos ou mais.

Para ser imunizado com a bivalente, é preciso ter completado o esquema primário, ou seja, ter recebido a dose única da ou a primeira e a segunda dose dos demais imunizantes há pelo menos quatro meses. 

Para saber quais doses foram recebidas, confira a carteira de vacinação clicando aqui.

A vacina contra a Covid-19 está liberada em mais de 50 unidades de saúde da Capital, das 7h30 às 11h e das 13h às 16h45. 

Vacinação para outros públicos

A vacina monovalente, que leva a cepa original do vírus, está disponível para bebês de seis meses a menores de dois anos (1 ano, 11 meses e 29 dias) sem comorbidades, e a partir dois anos a menores de três anos com comorbidades, além de de 3 anos ou mais, podem tomar a vacina ou doses de reforço.

A aplicação da segunda dose de reforço (quarta dose) está liberada para todas as pessoas com 18 anos ou mais, vacinadas com a terceira dose há pelo menos quatro meses.

Para conferir os locais de vacinação, clique aqui.

Saiba Mais