O que antes eram apenas alguns pontos isolados de sujeira, estão se transformando em ‘depósito a céu aberto de entulhos’ às margens da Perimetral Norte, rodovia que dá acesso à Avenida Guaicurus e a MS-156. A paisagem, nada agradável para quem passa pelo local, também gera reclamação de moradores da região.

“Todo dia vem alguém aqui em plena luz do dia e despeja restos de construções”, diz um morador que mora em uma das casas localizadas quase nas proximidades da pista.

A área, que fica entre a Reserva Indígena Federal e também alguns condomínios de luxo e outros residenciais, possui alguns empreendimentos de jardinagem, distribuidora de bebidas e até um pesqueiro.

Além dos entulhos, algumas pessoas aproveitam fazer descartes de móveis velhos, garrafas plásticas e pneus usados.

“Nossas crianças estão sofrendo com todo esse pó misturado com cimento, além de outros objetos que atraem insetos, como o mosquito-da-dengue”, reclama Lurdes Garcia, que tem quatro filhos e conta à reportagem do Jornal Midiamax que três deles já pegaram dengue.

Moradores reclamam da sujeira (foto: Marcos Morandi, Midiamax)

O que diz prefeitura

Segundo informações da prefeitura de Dourados, a Semsur (Secretaria de Serviços Urbanos) tem conhecimento do problema e já solicitou apoio da Guarda Municipal Ambiental, para tentar identificar as pessoas que estejam jogando entulhos na região.

Ainda segundo a Semsur, os dois órgãos estão fazendo a apuração para que elas sejam intimadas a fazer a limpeza do local. Caso isso não aconteça, a administração irá se organizar para fazer a retirada dos entulhos jogados às margens da rodovia.