A concessionária informou que o abastecimento de energia elétrica está normalizado nesta sexta-feira (15), com atendimento a reparos pontuais. A da cidade continua após o rastro de destruição deixado pelo temporal no início da semana.

Em nota, a Energisa aponta que equipes permanecem no “trabalho ininterrupto para reparo dos danos à rede elétrica após a tempestade com rajadas de ventos de mais de 107 km/h”. O plano de contingência recebeu reforço quatro vezes maior para equipes em atuação no município.

Até quinta-feira (14), cerca de 11 bairros ainda permaneciam em atenção para retomada do abastecimento elétrico devido ao grande impacto do temporal. A maioria dos incidentes era de queda de árvores.

Manutenção na cidade

Pelo terceiro dia seguido, equipes seguem nesta sexta-feira (15) finalizando limpeza em bairros de , a 417 quilômetros de Campo Grande, após o temporal. Com prejuízo estimado em R$ 3,7 milhões, a prefeitura espera o relatório da Defesa Civil e da Secretaria de Infraestrutura para solicitar apoio em recursos do Governo de e Federal.

A assessoria de imprensa da prefeitura informou que o prejuízo estimado permanece próximo de R$ 4 milhões. O valor contabiliza danos de queda de árvore, semáforos estragados e destelhamento de casas e órgãos públicos.

Desde quarta-feira (13), a cidade permanece em emergência, reflexo do temporal que causou um rastro de destruição, na terça-feira (12). Além dos danos materiais, o aluno Matheus Alves de Souza, de sete anos, da Escola Municipal Cássio Leite de Barros, morreu após a queda da estrutura da quadra de esporte.