Para quem está na espera de um fim de ano típico, com muita chuva e calor ameno, as notícias não são nada animadoras. De acordo com previsão do Cemtec/MS (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), os próximos três meses serão de muito calor e pouca chuva em Mato Grosso do Sul.

Conforme o Cemtec/MS, no trimestre de dezembro a fevereiro de 2024, o fenômeno El Niño, que tem contribuído para o aumento das temperaturas, deve atingir sua intensidade máxima. Isso significa que as temperaturas podem aumentar ainda mais, há possibilidade de novas ondas de calor e tempestades podem ocorrer.

Dessa forma, é esperado um trimestre “bem mais quente que o normal”, com temperaturas entre 40°C e 43°C no Mato Grosso do Sul. É esperado que as temperaturas superem a primavera, até agora caracterizada pelas intensas e constantes ondas de calor.

Chuvas abaixo da média

Dezembro e janeiro são normalmente caracterizados pelas ‘chuvas de verão’, sempre no fim da tarde e depois de um dia quente. Mas o cenário não deve ser esse neste próximo verão, já que a previsão aponta para um período mais seco.

“Entendemos que a precipitação deve se manter dentro ou ligeiramente abaixo da média climatológica em grande parte do estado para o trimestre”, aponta previsão do Cemtec/MS para dezembro, janeiro e fevereiro.