Dourados – distante 229 km de Campo Grande, registrou rajada de ventos de 82,8 km/h no início da tarde desta segunda-feira (04). Como consequência, houve queda de árvores e dois bairros ficaram sem energia elétrica.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Rodrigo Vitorino da Cruz, nos bairros Jardim Pelicano e Jardim do Estados foi registrado queda de árvores na rede elétrica e consumidores estão sem energia.

“O alerta do ainda está em vigor até amanhã. Ainda estamos nos recuperando da última tempestade de quarta-feira. Nossas equipes seguem de prontidão. Quem precisar de alguma coisa pode entrar em contato com os números 153 ou 199” postou o prefeito (PP), no Instagram.

Na semana passada um forte temporal atingiu Dourados, que deixou diversos estragos. Em consequência, a prefeitura decretou situação de emergência devido aos danos causados pela chuva.

Vendaval em MS

Levantamento do Cemtec/MS mostra que até às 14h30 desta segunda-feira (04) a rajada de vento chegou a 84,9 km/h em Ivinhe, 82,8 km/h em Dourados, em Aral Moreira a velocidade do vento foi de 77,4 km/h e em de 75,6 km/h.

Em Laguna Caarapã, Caarapó, Ivinhema e Ponta Porã as rajadas de vento passaram dos 70 km/h. Em Bonito, Iguatemi, Angélica, e há registro de rajadas de vento na casa dos 60 km/h.

A previsão do Cemtec/MS é áreas de instabilidade associada a chuvas intensas com raios, rajadas de vento e eventual queda de granizo devido ao avanço de um cavado, aliado ao intenso fluxo de calor e umidade. Essas instabilidades atuam na região sul, com avanço para as regiões central e leste do estado.

Apesar do temporal, pouco, sendo 17,8 mm em Nova Andradina, 13 mm em Itaquiraí e 12,6 mm em Ivinhema.