A de do MIS (Museu da Imagem e do Som), em , começa nesta sexta-feira (20), com a exibição de filmes infantis sucessos de bilheteria e de curtas regionais. O cronograma termina no próximo dia 30.

O “Cine MIS de Férias” acontece às 14h nas segundas e sextas, com entrada gratuita. Todos os filmes são de classificação livre. Os pais ou responsáveis podem acompanhar as sessões. 

O MIS está localizado no terceiro andar do Memorial da Cultura e da Cidadania Apolônio de Carvalho, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, Centro. 

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (67) 3316-9178.

Confira a programação completa: 

Sexta-feira (20): Coraline e o Mundo Secreto (2009);

Segunda-feira (23): Minhocas (2013);

Sexta-feira (27): Caçadores de Dragões (2008);

Segunda-feira (30): Programação especial com curtas produzidos em MS

A Princesa Pantaneira: Camuela recebeu dos bichos do Pantanal o apelido de Princesa Pantaneira. Um dia, ao ouvir um grito apavorante, Camuela arruma a maleta com sopa paraguaia, arroz carreteiro, arroz com pequi, tereré e uma poção de guavira e parte para a aventura mais importante da sua vida.

Mariquinha no Mundo da Imaginação: O conta a história de Mariquinha, uma menina sapeca que brinca no seu quintal que é maior do que o mundo e, ao ler as poesias de Manoel de Barros, vai para o mundo da imaginação. Lá, encontra seu amigo Nardo e o poeta.

Ser Criança em Campo Grande: Duas crianças contam seu dia vivido na capital do Mato Grosso do Sul. Imaginam a cidade governada por crianças super-heroínas, com chuva de doces e balas, transformada em uma docelândia, sorvetelândia e guaranalândia. Elas declaram o seu amor pela cidade.

Abayoni: A importância do reconhecimento da ancestralidade e da representatividade que as crianças negras precisam para construir sua identidade de maneira positiva.

O Menino que Engoliu o Sol: Manoel era um pouco Menino, um pouco Pássaro. Quando o dia acordava, ele pulava do Ninho direto para o Quintal. Nesta manhã, ele brincou de aguar o Rio com a Latinha furada. No Rio, comprido e sem fim, morava o Amigo Peixe-cachorro. O Menino que era cheio de invencionices para o dia não dormir, naquela tarde, quis “des-por” o Sol com uma linha do horizonte feita da teia da Aranha. Mas era hora de entrar, de comer e de dormir. E a Avó fez ternura.

As Invenções de Akins: Akins é um menino que adora construir seus próprios brinquedos. Depois de ver um programa de TV, resolve construir sozinho uma máquina feita de sucatas e brinquedos. Porém, o que parecia ser apenas uma brincadeira, se torna um grande desafio para sua autoestima.