O Ministério da prorrogou o prazo para semeadura da em Mato Grosso do Sul. A Portaria SDA/Mapa nº 980/2023 foi publicada pelo Ministério na quarta-feira (27) e altera o calendário da semeadura.

Assim, os produtores terão até 13 de janeiro para finalizar o plantio. Anteriormente, o prazo era 24 de dezembro.

Boletim da Aprosoja (Associação Brasileira dos Produtores de Soja) de MS aponta crescimento de 6,5% da área cultivada de soja em MS. Segundo o boletim Siga-MS, as plantações podem chegar a 4,2 milhões de hectares, com produção de até 13 milhões de toneladas.

A decisão do Ministério atende às condições climáticas adversas, que tornaram o ano atípico para o plantio de soja. Para o diretor-presidente da (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Daniel Ingold, a medida pode mitigar possíveis prejuízos aos produtores rurais de MS.

Ele destacou que a prorrogação do calendário não altera a sequência padrão, mas sim se adaptar às condições específicas do clima. “A extensão do calendário é uma medida excepcional para enfrentar os desafios impostos pelas condições climáticas deste ano. Nosso objetivo é garantir que os produtores não enfrentem prejuízos significativos devido a fatores externos”, pontuou.