No dia 17 de novembro, milhares de profissionais vão eleger a nova presidência do (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul). Pela primeira vez, as eleições serão eletrônicas e o órgão espera participação recorde de até oito mil profissionais da área.

“Nos últimos anos, com a votação manual, a adesão era pequena porque acontecia apenas nas cidades onde temos inspetorias. Com problema de deslocamento até esses municípios, a participação era inferior a 20%”, comenta Luiz Carlos Santini Júnior, engenheiro eletricista e coordenador regional eleitoral do Crea-MS.

Segundo ele, estados que já aderiram às eleições eletrônicas conseguiram fazer a adesão de votantes saltar para até 80%. “Como votar não é obrigatório, facilitar o acesso vira uma motivação”, detalha. 

Nesta quarta-feira (18), termina o prazo para que associados ao Crea-MS regularizem pendências e fiquem aptos a votar. A partir de amanhã (19), quem estiver sem pendências vai receber mensagem informando o link de acesso para o painel de votação. 

“O site já existe e o acesso é individual. A empresa responsável já promoveu eleições para a OAB e outros conselhos, inclusive, maiores que o nosso. Outra empresa faz o processo de auditoria dos processos”, acrescenta Luiz. A expectativa é de que o resultado seja divulgado minutos após o fim das eleições, marcado para às 18h.

Neste ano, quatro candidatos participam da disputa, Vânia Abreu de Mello, Engenheira Agrimensora que tenta reeleição, José Antônio Canuto, Engenheiro Eletricista, Ângelo César Ajala Ximenes, Engenheiro Agrônomo, e Marcelo de Castro Abdalla, Engenheiro Eletricista.

“Para participar eles tiveram que preencher requisitos de idoneidade. Logo na inscrição são verificadas certidões na Justiça Civil e Criminal porque o candidato não pode ter problemas. São avaliados até pendências com Justiça Eleitoral”, finaliza o coordenador eleitoral. 

O mandato que obtiver o maior número de votos vai comandar o Crea-MS pelos próximos três anos, e terá atribuição de investigar as atividades profissionais, impedindo a atuação de profissionais não habilitados. Junto com o Conselho atuam entidades e associações de engenheiros e agrônomos. 

Além do cargo de presidente, a eleição irá definir os seguintes cargos:

  • Presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea);
  • Conselheiro Federal representante de Instituições de Ensino Superior pertencente ao Grupo Engenharia;
  • Diretores Gerais e Diretores Administrativos das Caixas de Assistência dos profissionais dos Creas (Mútuas Regionais);

Para votar, o profissional registrado no Crea precisa estar em dia com as obrigações perante o Sistema Confea/Crea até 30 dias antes da data da eleição.

A eleição será realizada pela internet no site www.votaconfea.com.br. O acesso será enviado por mensagem para profissionais aptos a votar. O profissional apto a votar deve autenticar a identidade por meio do e senha enviada por e-mail e/ou mensagem de celular, por isso, é imprescindível que os dados cadastrais estejam atualizados.

Saiba Mais