Com o filho de apenas 3 anos e o marido diagnosticados com dengue, moradora do já não sabe mais o que fazer para se livrar de terreno abandonado ao lado da casa onde mora. (Veja o vídeo no fim da matéria) Tomado por lixo e mato que já ultrapassa a altura do muro, o local está infestado de mosquitos, inclusive, o aedes aegypti.

“Meu filho está com febre alta desde sábado à noite e meu esposo tendo crises de dores por todo o corpo. Eu estou cuidando deles e com medo de ser picada, nem durmo direito cuidando de algum ”, afirma. 

Mosquito foi morto na perna de criança de 3 anos. (Foto: Fala Povo)

Vídeo feito no local mostram o espaço completamente tomado por mato alto, em alguns pontos, maior que o muro que divide os terrenos. O local é ponto de descarte para recipientes que acumulam água, ambiente propício para proliferação do aedes aegypti. 

Em outras imagens encaminhadas pela leitora,fotos de pelo menos dois mosquitos da dengue mortos na casa. “Matei o mosquito na perna do meu filho, eles estão entrando aqui dentro de casa. Me sinto totalmente insegura, desprotegida dentro da minha casa, que tem que ficar sempre fechada”, acrescenta.

Exames do último dia 12 comprovam o diagnóstico de dengue na criança e no esposo da moradora. “Estamos aterrorizados”, finaliza 

O Jornal Midiamax questionou a Prefeitura sobre a notificação do proprietário para que faça a limpeza da área.