Quando o sol começa a baixar, elas anunciam o início dos seus ritos de acasalamento com um som que pode chegar a 120 decibéis, sendo comparado com a turbina de um avião. As cigarras tomaram conta e não fazem questão de esconder, já que esse canto dos machos é usado para atrair as fêmeas.

Segundo o biólogo José Milton Longo, entretanto, a cantoria começou mais cedo em 2023. “Essas que estão cantando agora, há pelo menos um adiantamento de pelos menos uns 15 dias por causa dessas últimas chuvas“, explica ao Jornal Midiamax.

Conforme o profissional, as cigarras aparecem mais nos meses da primavera, mas não tão no começo. Vale ressaltar que a estação começou no dia 23 de setembro. “A gente teve um inverno bastante atípico, seco, de altas temperaturas. Elas tiveram uma oportunidade mesmo, uma janela pra poder se reproduzir”, diz.

Conforme a previsão, as chuvas eram esperadas para o primeiro mês da primavera, mas vieram antes. “Houve mesmo uma chuvarada recente e isso pode ter sido ‘sim’, um sinal ambiental para as larvas, para os indivíduos imaturos virem a superfície”, opina o especialista.

cigarra
Horto Florestal em Campo Grande (Henrique Arakaki, Jornal Midiamax)

Anos escondidas

Além disso, talvez você tenha notado que as cigarras estavam meio escondidas nos últimos tempos. Isso porque as ninfas passam uns bons anos ‘escondidas’ esperando condições favoráveis para darem o ar da graça.

“Algumas espécies têm ciclos de vida muito mais longos, como o gênero norte-americano, Magicicada, que tem um número distinto de ‘crias’ que passam de 17 anos ou, no Sul dos Estados Unidos, um ciclo de vida de 13 anos”, diz José Milton.

Porém, as cigarras de Mato Grosso do Sul são mais ‘apressadinhas’ nesse quesito. “Geralmente, as nossas espécies daqui passam por um ciclo de vida que dura de dois a cinco anos”, explica. As ninfas já desenvolvidas saem de seus casulos para se reproduzirem. Para isso, emitem o som muito característico, como um canto do amor para atrair as fêmeas.

Depois, as fêmeas depositam seus ovos e morrem. Os ovos se tornam ninfas e começam a se desenvolver, dando início ao novo ciclo de alguns anos.

cigarra
Cigarras geralmente ficam cantado em árvores (Henrique Arakaki, Jornal Midiamax)