Na próxima quarta-feira (8), Campo Grande terá dia D da Campanha de prevenção ao câncer de boca. A ação será realizada durante todo o dia na praça Ary Coelho, em parceria da Prefeitura e o CRO-MS (Conselho Regional de Odontologia de MS).

No local será realizada triagem de lesões bucais e orientações à população. O câncer de boca pode afetar várias estruturas anatômicas como: lábios, gengivas, bochechas, céu da boca, língua (principalmente as bordas), orofaringe e a região embaixo da língua.

Segundo dados do Conselho, no Brasil, para cada ano do triênio de 2023 a 2025, é de 15.100 casos, correspondendo ao risco estimado de 6,99 por 100 mil habitantes, sendo 10.900 em homens e 4.200 em mulheres. Esses valores correspondem a um risco estimado de 10,30 casos novos a cada 100 mil homens e 3,83 a cada 100 mil mulheres.

O câncer da cavidade oral ocupa a 5ª posição entre os tipos de câncer mais frequentes entre homens na região Centro-oeste (8,14 por 100 mil). Já entre as mulheres, é o ocupa a 15ª posição. Para o ano de 2023, 180 novos casos de câncer de boca devem ser revelados em Mato Grosso do Sul, sendo 130 homens e 50 mulheres, e 70 apenas na Capital (50 homens e 20 mulheres).

Possíveis causas

Alguns fatores que causam a doença incluem o tabagismo e o consumo excessivo de álcool, sendo que o risco é 30 vezes maior para os indivíduos que fumam e bebem do que para aquelas pessoas que não o fazem.

Já o segundo fator de risco, encontra-se a exposição ao sol sem proteção (importante risco para o câncer de lábio), o excesso de gordura corporal, a infecção pelo HPV (relacionada ao câncer de orofaringe) e outros como exposição a agentes oncogênicos como herbicidas, produtos químicos e pesticidas.

Sintomas

Entre os principais sintomas estão o aparecimento de feridas na boca, não dolorosas e que não cicatrizam em 15 dias. Outros sintomas são ulcerações superficiais, indolores (podendo sangrar ou não) e manchas esbranquiçadas ou avermelhadas nos lábios ou na mucosa bucal. Dificuldade para falar, mastigar e engolir, além de emagrecimento acentuado, dor e presença de linfadenomegalia cervical (caroço no pescoço) são sinais de câncer de boca em estágio avançado.

Como prevenir

A prevenção do câncer na boca é possível através de hábitos saudáveis, que incluem:

– Evitar o consumo excessivo de álcool;

– Evitar fazer uso excessivo de cachimbos e cigarros;

– Evitar exposição ao sol sem proteção;

– Evitar o uso de próteses desajustadas à sua boca;

– Ter uma boa higiene bucal, escovando os dentes quatro vezes ao dia, de preferência após todas as refeições;

– Ter um acompanhamento odontológico frequente;

– Manutenção de uma dieta saudável, rica em frutas e legumes;

– Procurar atendimento odontológico se perceber qualquer tipo de alteração como: feridas, inchaços ou manchas.