Após quase um ano com ‘baixa' na procura por vacinas contra a Covid-19, voltou a registrar mais de duas mil doses aplicadas contra o vírus na quarta-feira (26), algo que aconteceu pela última vez em julho do ano passado, ou seja, há quase um ano. Aumento da procura ocorreu logo após a ampliação do público apto a receber a bivalente.

Conforme informações da Sesau, foram aplicadas 2.265 doses dos imunizantes disponíveis na quarta-feira durante o horário de funcionamento dos pontos de vacinação. Desse total, 94% das vacinas aplicadas foram doses bivalentes da vacina

Na UBS 26 de Agosto, várias pessoas aguardavam a vacinação na manhã desta quinta (27). O Jornal Midiamax observou que, apesar da liberação para os mais jovens, apenas pacientes acima dos 50 anos buscaram pelo imunizante nesta manhã.

O guarda municipal Adilton Gladstones dos Santos foi um deles. À equipe de reportagem, contou que ele e a família tomaram todas as doses. “Eu sempre estou na rua, mexo com todo o tipo de pessoa, não dá para saber quem está infectado ou não. A melhor forma é prevenir, não tem outra saída”, comenta.

Geni Floriano
Geni Floriano garantiu a sua dose (Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

Aos 60 anos, Geni Floriano também quis garantir a sua dose bivalente. Além disso, opina que muitos jovens estão deixando de ir atrás do esquema vacinal completo.

“No início [da pandemia] foi muito complicado. Normalmente eram as pessoas jovens que incentivavam para vacinar, o que não vemos hoje em dia. A maioria dos jovens que se vacinam trabalham na saúde. Às vezes, a questão da prevenção é individual porque vejo pessoas de mais dizendo que não vão se vacinar”, diz.

Aumento da procura

Conforme informações da Sesau, houve aumento na procura pela vacina em decorrência da ampliação dos públicos elegíveis.

“Há alguns meses nossa média diária de doses estava em torno de duzentas e nos últimos 30 dias ultrapassou a marca de 600 aplicações por dia”, explica a superintendente de vigilância em saúde, Veruska Lahdo. 

Nesta semana, mediante a liberação do Ministério da Saúde, toda a população com 18 anos ou mais que está com esquema básico completo e recebeu a última dose há pelo menos quatro meses passou a ser vacinada com a dose bivalente, que também protege contra a variante Ômicron do coronavírus.

Ainda segundo a secretaria, mais de 1,5 mil pessoas foram vacinadas, mais que duplicando a média diária dos últimos 30 dias, que está em aproximadamente 677 doses, em 25 de abril. Desde o início da aplicação da vacina bivalente na cidade, em 14 de fevereiro, 42.522 pessoas receberam o imunizante.

A última vez em que a Capital registrou um número superior há duas mil doses aplicadas em um único dia foi em 25 de julho do ano passado, onde 2.001 pessoas foram imunizadas. 

Públicos para a vacinação

Além da aplicação da vacina bivalente em toda a população com 18 anos ou mais, as , entre 3 e 11 anos, também poderão tomar o reforço da vacina a partir de agora.

Em crianças entre 3 e 4 anos a dose extra aplicada é a Pfizer baby, a mesma dos bebês a partir de dois anos de idade. As crianças entre 5 e 11 anos, que são vacinadas pela Pfizer pediátrica, poderão receber uma nova dose do mesmo imunizante. Para todos os públicos é necessário aguardar o intervalo de quatro meses para a aplicação do reforço.