O Natal é uma data simbólica, principalmente para as crianças, que esperam a visita do Papai Noel trazendo os presentes. Pensando nisso, e sensibilizados com a situação da Favela do Mandela, um grupo de amigos se reuniram para arrecadar doações que serão destinadas ao Natal das crianças da comunidade.

Quem passou, nesta sexta-feira (24), pelo semáforo da avenida Afonso Pena com a Rua Bahia pôde ver os amigos realizando a boa ação. Com uma placa, vestes de Papai Noel, e doces para vender aos condutores, esperam conseguir doações para alegrar as crianças da Favela do Mandela, neste Natal.

Carlos Eduardo, 35 anos, se vestiu de Papai Noel para oferecer paçoca, pipoca doce e água aos motoristas que passam pelo local. A intenção é realizar a arrecadação no mesmo ponto, durante uma semana.

“Eu conheço a comunidade e eu vi as crianças precisando dessa ajuda e o pessoal chamou e estamos aqui para ajudar. A gente pretende fazer a semana toda”, afirma.

O dinheiro arrecadado com as vendas ou contribuições via PIX serão revertidos à festa de Natal da comunidade. Além disso, o grupo está aceitando doações de brinquedos em bom estado, que podem ser entregues a eles ou diretamente na comunidade.

“Qualquer brinquedo ou agasalho já vai fazer a alegria das crianças. Quem puder ajudar com aquele brinquedo que não usa mais, vai ser bem-vindo. Qualquer doação, por menor que seja, já ajuda”, explica, Carlos.

Amigos vieram de outros estados para ajudar

Rose Silva, 33 anos, veio de São Paulo para auxiliar a comunidade do Mandela. Assim como ela, amigos de outros estados, como Mato Grosso, se uniram pela causa.  O foco é que as crianças da comunidade possam ter um Natal digno.

“A gente quer garantir que as crianças da comunidade Mandela tenham um Natal Adequado, com brinquedos, doces, para comemorar de verdade”, explica.

Amigos vendem doces e água no semáforo da avenida Afonso Pena. (Marcos Ermínio, Midiamax)

Os integrantes da ação fazem parte da ‘Na Diversão’, uma empresa com fins lucrativos que faz eventos beneficentes, e o foco deste ano é a Favela do Mandela. O valor arrecadado será investido em um evento beneficente, que acontecerá na semana do Natal, levando alegria e esperança para todos os moradores, principalmente as crianças.

“Vamos ter escultura de balão, recreação infantil, pula-pula, para todas as pessoas da comunidade. No total, vamos atender cerca de 40 famílias, e estamos contando 3 pessoas por família, então a gente precisa de uma colaboração valiosa para elas”, afirma.

Incêndio destruiu 150 casas

No dia 16 de novembro, um incêndio atingiu a Favela do Mandela, no bairro Izabel Garden — zona norte de Campo Grande — e destruiu 60% da comunidade, cerca de 150 barracos. Mais de 200 famílias viviam no local.

A maioria das famílias que perderam suas casas no incêndio decidiram ficar no local, ainda que de forma totalmente improvisada e tendo abrigo à disposição. Dessa forma, doações de água, alimento e roupas chegam a todo momento.