Aquidauana vai sediar neste sábado (4) a primeira edição da Feira de Empreendedorismo Indígena Sul-mato-grossense. O evento será no Shopping Atlântico Super Center e conta com 16 empreendedores que estarão expondo artesanatos em geral, tais como roupas (com direito a desfile), bijuterias, cerâmicas, dentre outros produtos. A organização espera receber ao menos 500 pessoas.

A feira é iniciativa do Time Enactus de Aquidauana, formado por cerca de 20 acadêmicos e professores do campus de Aquidauana da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Segundo a artesã Denise Augusto Júlio, o projeto tem trabalhado muito para dar visibilidade ao trabalho dos indígenas artesãos. “É um projeto que visa buscar visibilidade de produtos produzidos dentro da aldeia pelos próprios indígenas”, detalha.

Projeto

O projeto surgiu por meio de diálogos com os indígenas e o compartilhamento de ideias entre os seus integrantes. Foram identificadas as dores e dificuldades enfrentadas pelos indígenas e, a fim de solucionar o problema, propõe, como seu primeiro projeto, a criação de uma rede de incentivo ao empreendedorismo indígena no pantanal sul-mato-grossense.

Em entrevista ao Jornal Midiamax, a presidente do Time Enactus, Roseana Sales, conta que nasceu e cresceu em Aquidauana e viu, desde pequena, empreendedores indígenas, seja vendendo produtos alimentícios ou artesanais, comercializando do lado de fora dos estabelecimentos.

Segundo ela, a missão é mudar esse cenário, com a FEIP. “De forma simbólica a feira acontecerá em um local muito frequentado por Aquidauana. Temos por objetivo, fazer com que a sociedade enxergue os artesãos indígenas como nós enxergamos, com toda potencialidade de mercado e empreendimento, o nosso foco aqui,” destacou.

Roseana ainda ressalta que para o Time não há nada mais gratificante do que trabalhar para que a comunidade indígena artesã ocupe seu espaço ao lado de outros grandes empreendedores de Aquidauana e região.

O time já foi premiado nacionalmente em duas Categorias: campeões da Liga Rookie, uma das ligas de competição nacional realizada em São Paulo e, ainda, conquistaram o prêmio ODS10 – Redução das Desigualdades.