Vereadores querem vincular melhorias no transporte para conceder incentivos ao Consórcio Guaicurus

Retorno de algumas linhas de ônibus e compra de veículos novos são algumas das condições
| 07/02/2022
- 16:40
Vereadores em reunião sobre transporte nesta segunda-feira (7)
Vereadores em reunião sobre transporte nesta segunda-feira (7) - (Foto: Divulgação, Câmara Municipal de Campo Grande)

Emenda com exigências ao , concessionária do transporte coletivo, como condição para concessão de benefícios previstos em dois projetos de lei, deve ser apresentada na Câmara Municipal de Campo Grande. Nesta segunda-feira (7), uma reunião foi feita entre a direção das empresas, Agereg (Agência Municipal dos Serviços Públicos), (Agência de Trânsito e Transporte) e Casa de Leis.

O assunto tem sido discutido desde o fim de 2021, quando se iniciou a negociação da tarifa de ônibus, hoje em R$ 4,40. Há constantes reclamações da população que usa o transporte, enquanto a concessionária pede reajuste ainda maior e afirma que há desequilíbrio contratual.

A Prefeitura de Campo Grande mandou propostas à Câmara que preveem isenção do ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) e aporte de R$ 1 milhão por mês — são estes benefícios que devem ficar vinculados à emenda.

"Vamos tentar vincular à cessão deles um termo de ajustamento de conduta para que haja retorno de algumas linhas e algumas condutas, como compra de ônibus novos, com ar", afirmou o vereador Professor André Luis (Rede), que propõe CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) sobre o contrato entre o Consórcio Guaicurus e município.

Veja também

O deputado federal Dagoberto Nogueira (PSDB) informou nas redes sociais em relação ao falecimento de...

Últimas notícias