Acadêmico da UFMS que não preencher formulário da vacina terá sistema bloqueado

Medida também é válida para servidores que não preencherem formulários nesta quarta-feira (16)
| 16/02/2022
- 13:14
Imagem ilustrativa
(Foto: Divulgação/UFMS)

Os acadêmicos e servidores da (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) podem preencher o formulário obrigatório do ‘Vacinômetro’. O aluno que não efetivar o cadastro terá acesso ao sistema institucional bloqueado, a partir desta quarta-feira (16).

Segundo a universidade, a medida determinada pelas pró-reitorias de Gestão de Pessoas e Assuntos Estudantis, por meio da Instrução Normativa Conjunta Proaes/Progep nº 16/2022, segue a versão 6.0 do Plano de Biossegurança da Universidade.

O objetivo do cadastro é garantir um mapeamento da comunidade universitária com foco no início das aulas presenciais, marcadas para o dia 7 de março. Entretanto, vale ressaltar que o comprovante da vacina não será obrigatório para manter a vaga na UFMS, diferente de outras unidades no Estado, que vão trancar a matrícula dos alunos não vacinados.

A universidade informou que é recomendável fazer o upload do documento vacinal ou de atestado médico, no portal. Já a obrigatoriedade de apresentação do comprovante de vacinação e/ou do atestado médico no Vacinômetro será imediata quando houver decreto municipal nos respectivos municípios do câmpus ou ou federal.

 “O Vacinômetro UFMS é um instrumento fundamental para o acompanhamento da vacinação da comunidade universitária, cujo foco é a preservação da vida e cuidado com a saúde, e para que possamos trabalhar ações de conscientização em saúde, com ênfase na importância da imunização no enfrentamento da Covid-19”, disse o pró-reitor de Assuntos Estudantis em exercício, Edilson Zafalon.

Já para a pró-reitora de Gestão de Pessoas, Andreia Maldonado, a responsabilidade pelo ambiente seguro é coletiva. “Todos nós precisamos seguir as recomendações sanitárias e reduzir os riscos para toda a comunidade universitária”, disse. Ela acrescenta que os gestores devem incentivar a conscientização sobre as medidas de biossegurança entre suas equipes.

Clique aqui e preencha o cadastro.

Veja também

Moradores relatam que a nascente existe há anos, e que a retirada da água por parte da empresa tem gerado degradação ambiental no local

Últimas notícias