Após 10 anos, sonhada pelos moradores, a UBSF (Unidade Básica de Saúde Família) do Bairro Santa Emília foi inaugurada na manhã desta sexta-feira (26), aniversário de Campo Grande. A unidade desafogará a unidade do Bairro Buriti e atenderá mais de 12 mil pessoas do Santa Emília, Aquarius e Figueiras Park.

Conforme a prefeita Adriane Lopes (Patriota), a obra é uma continuidade de gestões anteriores e teve um custo aos cofres públicos de mais de R$ 2 milhões. A UBSF iniciará os atendimentos à população já neste sábado (27).

“O aniversário é de Campo Grande, mas o presente é nosso. Estamos aqui atendendo as reivindicações, mas não só atendendo, mas ampliando o atendimento e a cobertura na atenção primária na saúde dessa região. Estamos investindo em pessoas e dando continuidade a um trabalho que se iniciou em 2019”, se referiu a prefeita à retomada da obra pelo ex-prefeito Marquinhos Trad (PSD).

adriane lopes
Prefeita Adriane Lopes (Patriota) em inauguração da UBSF Santa Emília / Foto: Marcos Ermínio, Midiamax

O secretário de Saúde, José Mauro, explicou que a obra tinha um recurso de 2007 e início das obras em 2014. No entanto, foi paralisada em 2016.

Foto: Marcos Ermínio, Midiamax

“Esse posto tem uma simbologia especial. Em 2019, replanejamos essa obra, levamos ao Ministério da Saúde e pedimos a devolução de R$ 1,1 milhão do recurso e relicitamos a obra. Vivenciamos uma pandemia, uma crise econômica, e agora vamos abrir uma unidade dessa com três equipes, teleconsulta e em 30 dias vai atender ortopedia”, disse.

Houve também o lançamento do sistema Minha Saúde, onde os moradores poderão acompanhar os procedimentos, consultas, agendamentos, dentre outros.

‘Tão sonhada’

Para os moradores, a inauguração da unidade é uma obra que sempre foi sonhada. A moradora Maria do Socorro, disse à reportagem que por várias vezes buscou atendimento na unidade do Buriti e a distância sempre foi um problema para ela.

“Era uma obra sonhada por nós aqui. A gente não tinha um posto próprio e tinha que atravessar os bairros para ter atendimento. Quem tem idoso em casa sempre foi um sofrimento. Agora, só alegria. Vi que vai ter uma equipe bem grande para atender a gente, médicos, enfermeiros, agentes de saúde. Graças a Deus”, disse.

UBSF Santa Emília

Idealizada por emenda parlamentar de 2007, ou seja, há 13 anos, a UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Santa Emília recebeu aditivo de R$ 1,2 milhão do Ministério da Saúde para ser concluída em 2020. A obra está parada desde 2016 por falta de recursos.

A obra foi licitada apenas em 2014 e paralisada em 2016, além de já ter passado por auditoria da CGU (Controladoria-Geral da União). Na ocasião, os técnicos verificaram superfaturamento de R$ 150.787,75 na execução das obras por serviços não executados pela construtora GT Serviços e Construções Ltda.

A UBS foi licitada e começou a ser construída na gestão do então prefeito Gilmar Olarte e fica entre a Rua Boanerges Lopes e a Rua Santa Bertília. À época, a prefeitura estipulou prazo de 9 meses para a construção no espaço de 9.118 metros quadrados, com a Unidade medindo 915 metros quadrados.