SES aguarda novas remessas da vacina para 3ª dose contra Covid em adolescentes de MS

Cada município deve organizar o calendário para aplicação da 3ª dose da vacina
| 28/05/2022
- 13:25
vacina

Após a ampliação da dose reforço contra a Covid, a vacinação com a terceira dose deve acontecer de forma imediata em Mato Grosso do Sul. Segundo a SES (Secretaria de Estado de Saúde), o deve enviar remessas para imunização deste .

“O Ministério da Saúde deve encaminhar novas remessas de imunizante para atender este público dentro da Campanha Nacional de Imunização contra a Covid-19”, publicou em nota. No entanto, a SES informou que a vacinação da terceira dose para adolescentes de 12 a 17 anos “acontece de forma imediata para aqueles que tomaram a segunda dose com os imunizantes da Pfizer ou Coronavac”.

A Secretaria destacou que a organização da aplicação é de “responsabilidade de cada município”.

Vacinação em Campo Grande

Em Campo Grande, a vacinação da terceira dose contra a Covid para adolescentes começa nesta segunda-feira (30). O Ministério da Saúde recomendou a aplicação da dose de reforço para o grupo em nota publicada na última sexta-feira (27).

Ao Jornal Midiamax, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) confirmou que a aplicação das doses de reforço devem começar já na segunda-feira (30). A Secretaria explicou que a terceira dose será aberta para todos de 12 a 17 anos que tenham tomado a segunda dose há pelo menos 4 meses.

Vacina de reforço

O Ministério da Saúde ampliou a dose de reforço contra a Covid — que até então era recomendada para pessoas a partir de 18 anos. Agora, adolescentes entre 12 e 17 anos podem tomar a terceira dose da vacina.

Conforme a nota, a dose de reforço deve ser aplicada quatro meses após a segunda aplicação da vacina. A terceira dose deve ser aplicada preferencialmente com a vacina da Pfizer, independentemente da que foi aplicada anteriormente.

O Ministério justificou que a ampliação da vacinação é devido ao aumento do número de casos do coronavírus no Brasil.

Gravidez e imunossuprimidos

Na falta da Pfizer, o Ministério afirma que a Coronavac pode ser aplicada como terceira dose para os adolescentes. Os dois produtos são autorizados pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) para essa faixa etária.

A terceira dose também é indicada para adolescentes grávidas e puérperas — que tiveram filhos há poucas semanas. Já os imunossuprimidos desta faixa etária, poderão tomar apenas o reforço com dose da Pfizer.

Veja também

Últimas notícias