Segunda designação para vagas na rede de ensino de Dourados acontece nesta segunda

Pais e responsáveis devem procurar a escola de 25 a 27 de janeiro e confirmar a matrícula
| 21/01/2022
- 19:20
Ilustrativa
Ilustrativa - (Foto: Divulgação / Prefeitura de Dourados)

A segunda designação para alunos que buscam nas instituições da Reme (Rede Municipal de Ensino) de Dourados acontece nesta segunda-feira (24). A designação é uma oportunidade para o aluno que perdeu o prazo, ou fez a pré-matrícula após a primeira designação.

Após a publicação da lista de alunos e instituições, os pais e responsáveis devem procurar a escola de 25 a 27 de janeiro, e confirmar a matrícula. A secretária de Educação, Ana Paula Benitez Fernandes, explica que, caso esse prazo seja perdido, o aluno volta para a lista de espera e deve esperar a nova designação.

“Serão realizadas quatro designações este ano, a primeira já ocorreu e a próxima será nesta segunda-feira, após isso ainda teremos outras duas. A escolha das escolas é feita através do sistema e o pai que não realiza a confirmação da matrícula pode perder a vaga na instituição e precisar ir para outra, em uma próxima designação”, contou.

A pré-matrícula teve início dia 3 de janeiro e continua durante todo ano letivo, em que o sistema disponibiliza três opções de escolas ou Ceim (Centro de Educação Infantil Municipal), para que o pai ou responsável cadastre o aluno. Vale ressaltar que as instituições cadastradas são aquelas administradas pelo município, portanto, não entram nesta lista escolas estaduais ou conveniadas, que são utilizadas em caso de superlotação da Rede.

Outras designações

A Reme realiza ainda outras duas designações que serão realizadas no dia 31 de janeiro, com confirmação da matrícula do dia 1º ao dia 3 de fevereiro, e 4 de fevereiro, com matrículas presenciais do dia 7 ao dia 9.

A escolha das escolas é realizada pelo sistema e segue uma ordem obrigatória, publicada no Diário Oficial do Município. “Crianças em situação de abandono ou risco social, e/ou que são assistidas por portadores de doenças crônicas, têm preferência, assim como crianças de família com menor renda per capta e assim por diante”, esclarece a secretária de Educação.

Veja também

O pequeno Rafael, de 5 anos, necessita de um ventilador mecânico para sair do Hospital...

Últimas notícias