Justiça apreende bens de frigorífico em Paranaíba para garantir pagamento de funcionários e pecuaristas

Empresa deve cerca de R$ 20 milhões a pecuaristas e não fez acerto dos funcionários
| 20/03/2022
- 00:22
Pecuaristas impedindo a saída de caminhões do frigorífico (via WhatsApp)
Foto: Fala Povo/ Jornal Midiamax

Os responsáveis pelo Golden Imex não podem retirar nenhum pertence das dependências do empreendimento por ordem judicial cumprida neste sábado (19), em Paranaíba. O local fechou as portas na sexta-feira (18) e demitiu cerca de 350 funcionários, além de ficar devendo mais de R$ 20 milhões a pecuaristas da região.

Advogados que representam os fazendeiros, Fredson Freitas da Costa e Plabiton Queiroz de Souza, entraram com medida cautelar de arresto, que foi acatado pela Justiça. Com isso, houve a apreensão dos bens do devedor para assegurar o pagamento das despesas da empresa. 

O publicou na sexta sobre o fechamento do frigorífico. Para os funcionários, segundo a advogada Cintia Regina, foi dado aviso prévio, porém ainda não foram feitas as rescisões. Ainda não foi informado o valor que deverá ser pago aos trabalhadores.

Em relação aos produtores, o valor da dívida pode ser superior a R$ 20 milhões. Acredita-se que o frigorífico ficou devendo mais de 20 produtores. Atualmente, o Golden Imex abatia aproximadamente 300 cabeças de gado ao dia.

*Matéria alterada às 14h24 de 21/03/2022 para acréscimo de informação.

Veja também

Projeções indicam data para Campo Grande alcançar a marca, porém, crescimento vai muito além do que ter espaço

Últimas notícias