Um homem de 25 anos foi preso e multado em R$ 300 mil por estar contrabandeando 3 mil litros de agrotóxicos vindos do Paraguai, na segunda-feira (13), em . Ele foi preso pela PMR (Polícia Militar Rodoviária).

A autuação e apreensão da carga ficou a cargo da PMA (Polícia Militar Ambiental). O infrator, que mora em Ponta Porã, foi preso em um caminhão carregado com os agrotóxicos.

Além do crime de contrabando, o infrator também responderá por crime ambiental, previsto pelo artigo 56 da Lei 9.605/1998 que diz: produzir, processar, embalar, importar, exportar, comercializar, fornecer, transportar, armazenar, guardar, ter em depósito ou usar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos. A pena é de um a quatro anos de reclusão, só pelo crime ambiental.