Herpes labial: Beijo entre Eli e Natália, do BBB22, pode transmitir o vírus?

Brothers do BBB22 trocaram beijo durante festa enquanto Eli apresentava lesões de herpes labial
| 10/02/2022
- 14:10
Eli e Natália trocaram beijos durante a madrugada; ele está com herpes
Eli e Natália trocaram beijos durante a madrugada; ele está com herpes - Foto: Reprodução | Globoplay

O beijo entre Eli e Natália na última madrugada do BBB22 está dando o que falar nas redes. Não exatamente porque o brother já havia engatado uma “amizade com benefícios” com outra sister — a camarote Maria —, mas, porque os beijos trocados no quarto grunge ocorreram enquanto Eli apresentava lesões ocasionadas por herpes labial.

A doença é comum e está presente na maioria dos adultos, conforme estimou a professora de Sistema Imunológico e Saúde Pública da Anhanguera, Rosângela Fernandes. Em reportagem do , a especialista explicou que de 50% a 90% dos adultos possuem anticorpos contra o vírus da herpes, ou seja, já tiveram contato com o vírus em algum momento. 

Ela explica que o vírus tem um período de latência, mas que mesmo que não esteja com lesões aparentes, a transmissão pode acontecer.

“Às vezes a pessoa pensa assim, ‘apareceu e depois sumiu, estou curado’. Não é assim. Ele entra em estado de latência, quando surgem fatores como estresse, exposição ao sol, baixa da imunidade, o vírus vai aparecer novamente na forma de lesão”, ressalta.

Beijo Eli e Natalia BBB22
Beijo entre os confinados e a lesão labial de Eli | Foto: Reprodução

 

A herpes simples é um vírus que tem os tipos 1 e 2. No caso do tipo 1, este é característico nos lábios, enquanto o tipo 2 atinge a região genital. “Ele vai ficar num período de incubação através de contato íntimo, até por beijos. Como o ato de beijar muito mais realizado, até mesmo uma criança pode pegar”, conta.

Os riscos de contágio são variados, mas ocorrem mais comumente durante o contato físico ou sexual. Compartilhar a bomba na roda de tereré, por exemplo, é um fator de preocupação, mas a contaminação por este meio é rara, já que o vírus é rapidamente inativado em temperatura ambiente. “A disseminação do vírus por talheres ou pela bomba é rara. Se for por um espirro, por uma gota de saliva que ficou no objeto e secou, após a secagem é rara. Mas, se for nessa transmissão mais próxima, pode sim [ocorrer]”, diz.

A especialista concedeu depoimento ao Jornal Midiamax após um boletim de ocorrências ser registrado por um homem, que afirmou à polícia ter sido infectado pelo vírus da herpes após beijar a namorada. Mas, nem todo mundo parece se importar: após causar polêmica e burburinho na madrugada, Natália, Eli e Maria conversaram e selaram a paz, literalmente, com um beijo triplo.

Fale com o MidiaMAIS!

Quer conversar com a gente sobre o universo do entretenimento e cultura? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e Tiktok

Tem uma história legal para compartilhar com a gente? Fale direto com nossos jornalistas do MidiaMAIS!

Veja também

O Sampaio Corrêa segue invicto no Estádio Castelão, em São Luís (MA), pela Série B...

Últimas notícias