Embaixada promete evacuação de brasileiros e jogador de MS deixará a Ucrânia

Itamaraty deve divulgar informações em breve
| 24/02/2022
- 17:36
Embaixada promete evacuação de brasileiros e jogador de MS deixará a Ucrânia
Foto: Reprodução

Norton Rapesta, embaixador do Brasil em Kiev, na , anunciou que a embaixada vai fazer a evacuação dos brasileiros que estão nas áreas afetadas pelo conflito com a Rússia. O sul-mato-grossense Ismaily Gonçalves dos Santos, de 32 anos, jogador do Shaktar Donetsk, e outros atletas divulgaram um vídeo com pedidos de ajuda, nesta quinta-feira (24).

"Nós vamos evacuar os brasileiros. Jogadores de futebol. Todo mundo", disse Rapesta em entrevista à BBC Brasil. Porém, o embaixador não deu detalhes de como será a evacuação. A Rússia começou com os ataques no fim da noite de quarta-feira (23).

Atletas e familiares estão em um hotel localizado na cidade de Kiev. No vídeo divulgado mais cedo, o porta-voz do grupo é o zagueiro Marlon, do Shakhtar Donetsk.

"Aqui estamos todos reunidos, jogadores do Dínamo e do Shakhtar com a nossa família. Estamos hospedados em um hotel devido toda a situação. Estamos pedindo ajuda de vocês nesse vídeo devido à falta de combustível na cidade, fronteira fechada, espaço aéreo fechado. Não tem como a gente sair. Pedimos apoio ao governo do Brasil que possa nos ajudar e espero que vocês nos ajudem a promover esse vídeo para alcançar o máximo de pessoas possível", declarou Marlon.

Conforme o embaixador, um vídeo com os detalhes da operação de evacuação foi gravado e encaminhado ao , que deverá divulgar as orientações.

Família em MS

A sogra de Ismaily, Terezinha, e a esposa, Isadora Albuquerque, acompanham a situação direto de Angélica, a 210 quilômetros de Campo Grande. Elas estavam em Kiev, capital da Ucrânia, até o último dia 3 de fevereiro, e voltaram a Mato Grosso do Sul assim que os ânimos começaram a se acirrar e as notícias de um possível conflito se intensificaram.

"Está tudo muito recente, ainda estamos tentando saber como que vai acontecer. Ele está tranquilo e tenta nos tranquilizar também, mas é muito difícil ficar tranquilo vendo o que está acontecendo", disse a sogra Terezinha ao Midiamax.

Campeonato interrompido

O Campeonato Ucraniano foi interrompido nesta quinta-feira. Segundo comunicado da liga, a suspensão se deve "à imposição da lei marcial" no país. O torneio foi paralisado na 18ª rodada e tem como líder o Shakhtar Donetsk — onde atuam brasileiros.

Segundo a Embaixada, cerca de 500 brasileiros moram na Ucrânia. Em nota divulgada nesta quinta, a instituição afirmou que tem renovado o cadastramento dos cidadãos e os orientado por meio do site, da página de Facebook e em grupo do aplicativo de mensagens Telegram.

"Solicita-se aos cidadãos brasileiros em território ucraniano, em particular aos que se encontrem no leste do país e outras regiões em condições de conflito, que mantenham contato diário com a Embaixada. Caso necessitem de auxílio para deixar a Ucrânia, devem seguir as orientações da Embaixada e, no caso dos residentes no leste, deslocar-se para Kiev assim que as condições de segurança o permitam", diz o comunicado.

 

*Com informações da Agência Brasil.

Veja também

Interessados em participar do processo seletivo devem comparecer na Funsat

Últimas notícias