Domingo pode registrar chuva e mudança para chegada de nova frente fria em MS

| 29/05/2022
- 07:08
Chuva alerta inmet frente fria
(Foto: Henrique Arakaki/Midiamax).

O domingo (29) deve registrar chuvas isolas em municípios de , consequentemente, o início da mudança para chegada da nova frente fria no Estado. Segundo Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), a maioria das cidades deve ter altas temperaturas, o que ocasiona a sensação de abafamento e atuação de nuvens chuvosas.

Conforme a previsão, uma frente fria oceânica se aproxima, mas ainda sem derrubar a temperatura em todo o Estado. Como consequência da chegada, a precipitação é esperada a partir do período da tarde, com intensidade de fraca a moderada, principalmente na região centro-sul do Estado.

Essa frente fria age junto com o avanço de cavados e transporte de umidade vindo da Amazônia. Cavado é o nome técnico, no Hemisfério Sul, a uma região na atmosfera onde ocorre uma ondulação no sentido horário do fluxo de ventos, com uma tendência à queda da pressão atmosférica.

Para Sete Quedas e Dourados, a mínima prevista é de, respectivamente de 16ºC a 17ºC. Em Campo Grande, a temperatura prevista vai de 20ºC a 30ºC. Já em Três Lagoas e Corumbá, a temperatura pode chegar a 33ºC.

chuva

Uma nova massa de ar frio chegando pelo Sul do Brasil deve causar uma queda menos acentuada das temperaturas em parte do Mato Grosso do Sul nos últimos dias de maio e início de junho.

Chuva aliada a frente fria

Ainda de acordo com o monitoramento, a nova massa de ar frio, que vai atuar durante a primeira semana de junho, tem duas diferenças relevantes em relação a onda polar de forte intensidade e de grande dimensão geográfica, com características incomuns para o mês de maio, que marcou a última semana no Brasil. Primeiro, será menos intensa. Segundo, e mais importante, vai ser muitíssimo menos abrangente na sua área de influência que a última.

O sul do Mato Grosso do Sul deve registrar queda da temperatura, mas na maioria das áreas das duas regiões haverá muito mais um refresco que frio intenso. Este de ar frio não vai trazer mínimas muito baixas generalizadas e tampouco geada.

O que o ar frio deve ter como efeito é a possibilidade de muita chuva em áreas do Sul do Brasil e mesmo em partes do Mato Grosso do Sul à medida que a massa de ar fria terá dificuldade em romper o bloqueio da massa de ar seco sobre o Brasil Central. Isso deve levar a acumulados de precipitação bastante altos para esta época do ano em parte do Mato Grosso do Sul e no Paraná, onde no fim de maio e no começo de junho já chove muito menos pela temporada seca do Centro do país.

Ainda de acordo com o Cemtec, também é previsto uma terceira frente fria que deve chegar no Estado, a partir de 5 de junho, que causará queda mais acentuada das temperaturas, com previsão de temperaturas mínimas entre 12º e 14º.

Veja também

Energisa chegou a ser acionada, mas afirma que não pode fazer os reparos por defeito de responsabilidade dos moradores

Últimas notícias