Cotidiano

De MS, medalhista paralímpico Yeltsin Jacques entra para lista da Forbes Brasil

O atleta conquistou duas medalhas de ouro nos Jogos Paralímpicos de Tóquio

Dândara Genelhú Publicado em 04/01/2022, às 18h36

O atleta irá receber um prêmio pelo desempenho nos jogos de Tóquio.
O atleta irá receber um prêmio pelo desempenho nos jogos de Tóquio. - Foto: Reprodução | Forbes.

O atleta sul-mato-grossense, Yeltsin Jacques foi destaque na lista Under 30 da Forbes Brasil. Medalhista de ouro nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, o atleta também recebeu o prêmio Surto Olímpico de melhor atleta paralímpico masculino.

Yeltsin é reconhecido como um dos jovens de até 30 anos mais promissores do país. “Quando me mandaram a mensagem de que eu havia sido selecionado [pela revista], fiquei deslumbrado. O próprio editor me deu a notícia”, lembrou o paratleta.

Natural de Campo Grande, ele explicou que “a lista da Forbes contém os nomes de maior destaque com menos de 30 anos por tudo o que fizeram na carreira”. A classificação na lista e “o prêmio Surto Olímpico de melhor do ano foram duas excelentes notícias”, contou.

A lista da Forbes é realizada por uma equipe de jornalistas, que seguem critérios e métricas para definirem os nomes. Entre os itens analisados estão: a relevância para o setor, faturamento, valor de mercado, aportes recebidos, número de seguidores nas redes sociais, alcance e impacto social, criatividade e ineditismo.

História Paralímpica

Yeltsin faz parte do melhor time de atletas brasileiros que participaram dos Jogos Paralímpicos. Juntos, alcançaram 72 medalhas, sendo 22 de ouro. O paratleta de MS conquistou a 100ª medalha do Brasil ao vencer os 1.500 m T11, classe para atletas cegos.

A vitória teve direito a recorde mundial. Acompanhado do guia Antônio Carlos dos Santos, o atleta liderou de ponta a ponta e terminou a prova com o tempo de 3min57s60.

Antes do feito, Yeltsin já havia conquistado o ouro nos 5.000m T11. “Mostramos que a gente consegue, que Mato Grosso do Sul tem potencial. Das 22 medalhas douradas, duas foram minhas. E agora estou treinando em uma pista nova”, disse orgulhoso.

Yeltsin é um dos atletas apoiados pela Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul). No Estado, são disponibilizadas bolsas atletas para os jovens promissores. “Estamos transformando Mato Grosso do Sul no que merece: um dos melhores lugares do mundo para praticar esporte”, finalizou o paratleta.

Jornal Midiamax