Com indefinição do Grupo Cataratas, MS pode assumir gestão do Aquário do Pantanal

Expectativa é de que atrativo seja inaugurado até o fim de março
| 03/03/2022
- 15:29
Governador Reinaldo Azambuja durante agenda pública na manhã desta quinta-feira
Governador Reinaldo Azambuja durante agenda pública na manhã desta quinta-feira - Henrique Arakaki

Durante agenda na manhã desta quinta-feira (03), o governador Reinaldo Azambuja garantiu que o será inaugurado em março, apesar dos imbróglios contratuais com o Grupo Cataratas, empresa que venceu a licitação para administrar o espaço.

Segundo ele, mesmo que o grupo não assuma no momento, o Governo do Estado ficará como responsável pela gestão até que haja uma uma definição. “Com Cataratas ou sem Cataratas, o aquário vai ser inaugurado”, disse o chefe do Executivo Estadual.

Reinaldo explicou que aguarda posicionamento da empresa e que há questões sobre as cláusulas contratuais para serem sanadas. O secretário de Infraestrutura chegou a fazer uma viagem para o Rio de Janeiro, para tratar com a empresa, mas a indefinição continua.

Conforme já noticiado, a holding administra pontos turísticos no Paraná, Pernambuco e Rio de Janeiro, e venceu uma licitação em 2014 para assumir a gestão do aquário, um dos principais atrativos do turismo sul-mato-grossense. No entanto, ainda está no prazo para decidir se assume ou não o empreendimento.

O Aquário do Pantanal deve ser entregue até o final de março. Era 14 de abril de 2011 a primeira ordem de serviço para construção do Aquário do Pantanal foi assinada. Passados 11 anos, a promessa de pôr em pé o atrativo turístico e polo de pesquisas científicas enfrentou paralisações, problemas estruturais e operações policiais. Já foram aplicados mais de R$ 200 milhões em dinheiro público.

Veja também

Testemunhas disseram que teriam sido três aviões envolvidos; FAB apura informações

Últimas notícias