Com cobertor e cadeiras, moradores amanhecem na expectativa de bazar na Apae-MS

Fila do bazar dobrou o quarteirão por interessados em caixas de som e até réplicas do copo ‘Stanley’ e Alexia
| 03/06/2022
- 08:54
Bazar Apae-MS
Moradores amanheceram na fila, mas equipados com cadeiras. (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax)

Nem mesmo o frio e a neblina durante a manhã desta sexta-feira (3) espantou moradores interessados no bazar da Apae-MS (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Campo Grande). Os primeiros da fila chegaram às 3h da madrugada na expectativa de comprar barato caixas de som e até réplicas do copo ‘Stanley’ e Alexia.

A fila chegou a dobrar o quarteirão e uma viatura da monitorava o local. O bazar reuniu várias pessoas, dentre idosos e famílias com crianças de colo. Os clientes improvisavam se aquecer durante a manhã gelada com café, cobertores e agasalhos, além de levar cadeiras para aguardar a abertura dos portões.

Ademir da Silva é aposentado e chegou no bazar às 3h, garantindo ser o primeiro a entrar. Não foi para comprar algo específico, mas levaria itens que o interessasse. “Vou dar uma ‘geralzona’, dar uma olhada em tudo”, disse.

Bazar Apae
Copo réplica vendido por R$ 80. (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax)

A maioria mirava os eletrônicos, logo, a primeira remessa de clientes já esvaziou o estoque. Sem limite de item por pessoa, os últimos da fila ficaram decepcionados. Sem querer se identificar, uma fotógrafa de 29 anos amanheceu na fila com a . Elas contam que já frequentavam o tradicional bazar e neste ano procuravam um HD externo e uma caixa de som. “Ele custa R$ 350, e achar o [HD] por R$ 300 já está bom”.

Entretanto, havia pouca variedade, a mãe conseguiu comprar a caixa de som e uma sacola de brinquedo para crianças da família. Réplicas do equipamento de inteligência, semelhante a ‘Alexia’, estavam sendo vendidos por R$ 120 e aparelhos Xiaomi de R$ 800 a 900.

Bazar Apae-MS
Katiuscya Mateus foi com a filha e o marido. (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax)

Com a filha de um ano e o marido, Katiuscya Mateus, de 30 anos, também chegou cedo esperando comprar um celular novo, já que o antigo está danificado. Além disso, quer sair com roupas para o frio para a filha.

Bazar Apae

Segundo a associação, entre os itens vendidos a preço abaixo do praticado no mercado estão casacos, celulares e outros eletrônicos, perfumes, brinquedos. Todos os itens da lista são doações da Receita Federal.

Confira abaixo a lista de alguns itens:

Brinquedos:

  • Patins
  • Cabanas
  • Pescaria
  • Carros
  • Jogo de Dominó

Materiais escolares:

  • Lápis de cor
  • Canetas
  • Canetas hidrográficas (Canetinhas)

Celulares

  • Xiaomi
  • Motorola

Perfumes

  • Chloe feminino
  • Tommy masculino e feminino
  • Azzaro e outros

Casacos femininos e masculinos

  • Garrafas térmicas para tereré
  • Caixinhas de som
  • Copo estilo Stanley
  • Aparelho estilo Alexa
  • Aparelho roteador de Wi-Fi
  • Guarda-chuva
  • Desodorantes Dove

De acordo com a Apae, serão aceitos pagamentos por meio de cartões de crédito e débito, dinheiro ou Pix. Os valores arrecadados com as mercadorias serão usados no custeio da associação.

O bazar será realizado na unidade escolar CEDEG/APAE, na Avenida Joana D’arc, nº 1450, Vila Santa Branca, das 8h às 16h30.

Veja também

Benefício de R$ 53 é pago a 5,68 milhões de famílias

Últimas notícias