Agentes do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de estiveram nesta quinta-feira (26) no distrito de Ithaum. Além de percorrer residências para identificar focos do Aedes aegypti, vetor transmissor da dengue, zika e chikungunya, foi feita ação educativa em escolas.

O principal objetivo é conscientizar e contar com o apoio da população para evitar as doenças. A iniciativa levou em consideração o aumento do número de casos de dengue e contou com a parceria da José Eduardo Canuto Estolano (Perequeté) e da Escola Estadual Antônio Vicente Azambuja.

O coordenador do CCZ, o médico Veterinário Luís Carlos Luciano Junior, ressaltou ainda que “75% dos focos encontrados são em residências, em depósitos móveis, os quais poderiam ser descartados. Por isso a importância de dedicarmos apenas 10 minutos do nosso dia, eliminando possíveis criadouros do em nossas residências e locais de trabalho”.

A ação teve a participação de quase 600 alunos, que realizaram a panfletagem e orientação nos comércios, residências (em especial o residencial Estrela Moroti, onde há aproximadamente 100 imóveis), Unidade de Saúde, inspeção em terrenos baldios e imóveis críticos, conforme prevê a Lei Municipal nº 3965/2016.

Ao longo da inspeção, foram coletados 40 focos. Ainda foram recolhidos 105 pneus pelos agentes de endemias do CCZ, para serem descartados no do município. Além da prevenção da dengue e outras doenças, o CCZ realizou vacinação antirrábica em cães e gatos.
O CCZ de Dourados está à disposição para mais informações, esclarecimentos e denúncias no telefone fixo (67) 3411-7753 e WhatsApp (67) 99960-9028.