Cotidiano

Com 301 mil crianças para serem vacinadas, MS deve receber novas doses na próxima semana

Ministério da Saúde vai encaminhar novas vacinas no dia 20 e 27 de janeiro

Mariane Chianezi e Fábio Oruê Publicado em 14/01/2022, às 18h38

None
Leonardo de França, Midiamax

Com público de 301 mil crianças para serem vacinadas, Mato Grosso do Sul deverá receber novas doses da Pfizer pediátrica na próxima semana. Nesta sexta-feira (14), o estado recebeu as primeiras 18,3 mil vacinase imunização das crianças de 5 a 11 anos já começará neste sábado (11), com cada cidade seguindo o seu cronograma. 

A sub-secretária de Saúde do Estado, Crhistinne Maymone, fez um apelo aos pais. "Nós contamos com vocês pais e responsáveis esse momento simbolico é fruto de todo um trabalho técnico baseado na ciência. Vamos fazer esse ato de amor", disse. 

Em Campo Grande, a vacinação das crianças já será iniciada neste sábado (15), com moradores de 11 anos que nasceram até abril, crianças de 5 a 11 anos imunossuprimidas e crianças quilombolas nesta faixa-etária. 

Campo Grande fica com 4.310 doses, seguido de Dourados, com 1.880; Três Lagoas com 630 doses; Aquidauana com 590. Para ver o total de doses que cada município vai receber, clique aqui.

Sem necessidade de receita médica

O Governo de Mato Grosso do Sul autorizou os municípios a vacinar crianças entre 5 e 11 anos sem a necessidade de receita médica. A exigência é que apenas os pais ou responsáveis — com o documento da criança — compareçam com elas nos postos de vacinação do SUS (Sistema Único de Saúde). 

No último dia 27 de dezembro, conforme apurou a reportagem, houve uma reunião com representantes dos 79 municípios — em convocação extraordinária — para discutir a questão. Dessa forma, o que antes era apenas uma opinião do secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, foi discutido e referendado na CIB (Comissão Intergestores Bipartite). 

Conforme Resende, no momento da vacinação, o adulto responsável deverá estar com documentos de identificação da criança, como a carteira de vacinação e a certidão de nascimento ou documento de identidade, por exemplo. 

Em Campo Grande, para fazer o cadastro é necessário acessar a página na internet: http://vacina.campogrande.ms.gov.br/

A vacina

A autorização concedida pela Anvisa veio após análise técnica criteriosa de dados e estudos clínicos conduzidos por laboratório. Segundo a equipe técnica da Agência, as informações avaliadas indicam que a vacina é segura e eficaz para o público infantil, conforme solicitado pela Pfizer e autorizado pela Anvisa.

Jornal Midiamax