O número acumulado de novos casos de Covid-19 em Mato Grosso do Sul mais que dobrou nos últimos 15 dias. Dados da SES (Secretária de Estado de Saúde) mostram uma evolução exponencial se levados em conta os boletins dos dias 24 e 31 de maio, e 7 e 14 de junho. Lembrando que os boletins têm sido divulgados semanalmente toda terça-feira com acumulados dos últimos sete dias.

No dia 24 de maio, MS registrou 409 novos casos em uma semana com média móvel de 58,7. Sete dias depois, no boletim dia 31 de maio, os casos confirmados saltaram para 2.594 com média móvel de 370,6. Somadas as duas semanas analisadas até aqui, o total de casos foi de 3.003.

A quinzena seguinte, as duas primeiras semanas de junho, portanto, mostram como há uma explosão de notificações no Estado. No boletim do dia 7 de junho, foram registrados 3.516 casos notificados com média móvel de 502,3. Já aí houve mais notificações em uma semana do que nas duas anteriores somadas.

No último boletim, desta terça-feira (14), o número de notificações foi de 4.090 casos com média móvel de 584,3. Somadas as semanas dos dias 7 e 14 de junho, são 7.606 novos casos, mais que o dobro da quinzena anterior. Até o momento, Mato Grosso do Sul registrou 542.248 casos desde o começo dos registros.

Mortes

As mortes por Covid seguem um caminho um pouco diferente das notificações de casos, mas com resultado parecido, ou seja, houve aumento. O boletim do dia 24 de maio aponta 15 novas mortes, da semana seguinte, 31 de maio, 4 mortes, do dia 7 de junho, 6 mortes e do dia 14 de maior, 28 mortes.

É possível ver uma oscilação, mas o saldo final é de um número de mortes bem maior que as últimas semanas de maio. A média móvel de óbitos está em 4,0 e o acumulado total de mortes em MS é de 10.603.