Cotidiano

Cai para 69% busca por cadastro de mototaxistas ativos neste ano em Três Lagoas

Pré-cadastro seria indicativo para intenção de trabalho em 2022

Karina Campos Publicado em 11/01/2022, às 15h20

Profissionais que não atualizaram cadastro terão validação cancelada
Profissionais que não atualizaram cadastro terão validação cancelada - (Foto: Divulgação/Prefeitura de Três Lagoas)

A Prefeitura de Três Lagoas, a 325 quilômetros de Campo Grande, divulgou nesta terça-feira (11) o balanço de mototaxistas que pretendem manter o trabalho ativo na área este ano no município. A busca pelo pré-cadastro caiu 69% comparado aos últimos anos. O período de inscrição aconteceu em dezembro do ano passado.

A diretoria de trânsito da Seintra (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito) realizou apenas 40 cadastros de profissionais que pretendem continuar prestando o serviço de transporte individual de passageiros. O levantamento anterior indicava a quantia de 130 mototaxistas atuantes na cidade.

Conforme a prefeitura, o cadastro tem objetivo de realizar uma prévia na quantidade de profissionais ativos para manter os pontos de mototáxi identificados e ativados. O diretor do setor de trânsito, Edgard Silva Wegner, aponta que a queda no cadastro seria por motivos da pandemia e outros que desistiram da função. “Outros optaram por trabalhar com transporte em automóvel por aplicativo”, disse.

Vale ressaltar que o profissional que atua na área e não realizou o cadastro terá a validação cancelada, tendo que renovar o procedimento neste ano. De acordo com Wegner, o ramo terá planejamentos aplicados nos próximos meses, com base no cenário atual.

Jornal Midiamax