Após flagra de negociações, residencial entregue por Bolsonaro passa por 'pente-fino' em Campo Grande

A prefeitura de Campo Grande recebeu pelo menos 10 denúncias de beneficiários tentando vender apartamentos populares
| 04/07/2022
- 10:42
casa verde e amarela
Moradores conversando com funcionários da Amhasf na entrada do residencial (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax)

Sob forte fiscalização da (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários), moradores começaram a se mudar nesta segunda-feira (4) para os apartamentos do residencial no Jardim Canguru, entregues pelo presidente Jair Bolsonaro na última quinta-feira (30), em Campo Grande. Logo após a cerimônia de entrega, a de Campo Grande recebeu pelo menos 10 denúncias de beneficiários tentando vender os apartamentos, inclusive com anúncios nas redes sociais.

Até por isso, mas não só, hoje os funcionários da agência estão no condomínio trabalhando junto da síndica para conferir os beneficiários que estão se mudando. Segundo a assessoria Amhasf, esse é um momento de grande especulação.

Todos os beneficiados serão acompanhados e checados via contrato. Caso haja irregularidades, as pessoas serão identificadas e a Amhasf enviará ofício à Caixa para que o agente financeiro responsável pelo empreendimento tome as medidas jurídicas cabíveis, já que o residencial é da Caixa.

condominio canguru 3 - Após flagra de negociações, residencial entregue por Bolsonaro passa por 'pente-fino' em Campo Grande
Moradores fazendo mudança dentro do residencial (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax)

A reportagem do Midiamax esteve em frente ao condomínio nesta segunda, mas não foi autorizada a entrada no condomínio pela síndica. Nenhum morador também quis conceder entrevista. Porém, a movimentação de chegada dos moradores era constante e muitos com pequenos caminhões de mudança. Eles passam por uma breve triagem na entrada, que continua dentro do condomínio.

Denúncias de negociações

Conforme o diretor da Amhasf, todas as denúncias são de anúncios postados no Facebook. Reportagem do Jornal Midiamax revelou que moradores começaram a negociar a venda das unidades habitacionais poucas horas após o presidente entregar o residencial. Parte deles, inclusive, escancararam a proposta: ‘4,5 mil pode vir buscar a chave’.

Horas após Bolsonaro entregar apartamentos em MS, moradores negociam: '4,5 mil pode buscar a chave’
Pessoas estão negociando venda de apartamentos logo após inauguração. Foto: Montagem/Jornal Midiamax

Assim, Cláudio explica que a responsabilidade é da Caixa Econômica Federal e da União, mas que o município de Campo Grande vai intermediar essa fiscalização. "Vamos encaminhar as denúncias e reforçar através de ofícios junto à Caixa para que apure, entre com reintegração e retomada", reforçou.

Ainda conforme o diretor, o município vai acompanhar para identificar os beneficiários que praticarem a venda. "Vamos acompanhar a mudança dessas famílias. Quem não estiver dentro do imóvel no prazo, vamos oficializar para que a unidade seja retomada e encaminhe para outra família", pontuou.

Veja também

A prefeitura retoma recapeamento na área central nesta sexta-feira (19), em Campo Grande. As equipes...

Últimas notícias