Cotidiano

Após aglomeração de clientes, Energisa diz que instalará tendas e reforçará biossegurança em central

Longa fila na central de atendimento da empresa se formou na manhã desta sexta-feira (7)

Mariane Chianezi e Ranziel Oliveira Publicado em 07/01/2022, às 15h53

None
Ranziel Oliveira, Midiamax

Após uma longa fila de clientes se formarem em frente a central de atendimento da Energia na manhã desta sexta-feira (7), a empresa disse que, diante do 'surto' das doenças respiratórias, providenciará tendas e seguirá os protocolos de biossegurança na unidade que fica na Avenida Calógeras, em Campo Grande. 

No local de atendimento, a reportagem conversou com os clientes, que saíram cedo de casa para resolver problemas referente à conta de luz. “Eu pago em dia, vim para tirar a segunda via da conta, não consegui pela internet. Estou aqui há uma hora, é injusto deixar as pessoas em pé e no sol quente. Tinha que ter um tipo de conforto, um apoio. Eles só querem receber”, disse um construtor ao Jornal Midiamax.

A reportagem questionou a empresa sobre as medidas de biossegurança e comodidade aos consumidores. Em nota, a Energisa explicou que a grande demanda de clientes é devido à interrupção temporária nos serviços do Prático Aero Rancho, que está desativado para reforma.

Confira a nota na íntegra:

"A Energisa informa que o aumento do fluxo de atendimento na agência da Avenida Calógeras, em Campo Grande, é devido a desativação momentânea no prático do Aero Rancho, por conta de reformas que o governo está realizando, bem como a retomada de cuidados mais rígidos de biossegurança dentro da unidade. A empresa adianta também, que estão sendo reinstaladas as tendas em frente à agência para que se gere mais conforto aos clientes", disse.

Jornal Midiamax