Abertas as inscrições para projeto de inovação gratuito no segmento da moda em Campo Grande

Projeto auxilia empresários da indústria da moda com metodologia exclusiva
| 15/02/2022
- 16:13
Abertas as inscrições para projeto de inovação gratuito no segmento da moda em Campo Grande
(Foto: Divulgação)

O /MS está com inscrições abertas para o Inova – Indústria, uma solução gratuita que oferece acompanhamento para microempreendedores individuais (MEI), microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP) do segmento. O projeto é exclusivo para empreendimentos localizados em Campo Grande e os interessados têm até o dia 17 de fevereiro para se inscrever, por meio da Loja Virtual do Sebrae.

Inova Moda – Indústria é um projeto de inovação do Sebrae voltado aos pequenos negócios da indústria de moda brasileira, que terá início em 11 estados diferentes neste ano, incluindo Mato Grosso do Sul. O objetivo é aumentar o grau de modernização e o faturamento das empresas participantes, dos segmentos de vestuário, calçados e acessórios.

Para tanto, cada negócio será acompanhado presencialmente, ao longo de seis meses, por um agente de inovação. O profissional trabalhará, junto aos empresários, em temáticas de melhoria de processo produtivo, utilizando, fruto de uma parceria com o Senai, a metodologia Senai/Cetiqt de Manufatura Enxuta – conceito que foca na redução de desperdícios e aumento da competividade de indústrias.

Ao todo, serão 18 meses de projeto em Campo Grande, contemplando a realização de três ciclos, com 20 empresas em cada um. Assim, ao final da iniciativa, a expectativa é atender a 60 empresas distintas na Capital.

Serviço

As inscrições devem ser feitas na Loja Virtual do Sebrae, onde também está disponível a programação completa do curso. Os inscritos passarão por uma seleção na semana de 21 a 25 de fevereiro e as visitas presenciais terão início no dia 07 de março. Mais informações pela Central de Atendimento, no telefone 0800 570 0800 ou pelo WhatsApp (67) 99843-1248. 

Veja também

Número de pessoas aptas para adotar é mais que o dobro de crianças disponíveis para adoção, mas perfil 'ideal' ainda é barreira

Últimas notícias