Cotidiano

Vacinação tem manhã de sábado tranquilo e atendimentos rápidos em Campo Grande

Lotado na tarde de ontem, 'drive' da UCDB também teve pouco movimento hoje

Fábio Oruê e Mariane Chianezi Publicado em 26/06/2021, às 11h02

Chamadas das senhas para a vacinação estavam rápidas no Guanandizão
Chamadas das senhas para a vacinação estavam rápidas no Guanandizão - Foto: Mariane Chianezi/ Jornal Midiamax

A campanha de vacinação contra a covid-19 em Campo Grande na manhã deste sábado (26) foi tranquila e marcada por atendimentos rápidos nos postos de vacinação. O imunizante está sendo aplicado em todos com 44 anos ou mais, além da segunda dose da Astrazeneca e Coronavac.

No posto do Guanandizão, um dos mais procurados, o movimento estava mais calmo que o normal. Maria Dolores, de 44 anos, foi uma das que se imunizou por volta de 10h. Sobre as pessoas que estão recusando cercas marcas de vacinas, ela foi enfática: "O importante é vacinar. Pessoas que estão fazendo isso não deveriam vacinar com nenhuma [das vacinas disponíveis]". 

Moises Cáceres, também de 44, foi outro que recebeu o imunizante. "Estava esperando por esse momento desde o ano passado. O sentimento é de gratidão e agradeço muito ao sistema de saúde que possibilita imunização aos moradores", disse ele ao Jornal Midiamax

No local só está permitada a entrada de pessoas que irão vacinar e acompanhantes são barrados após a fila de triagem. O ideal, se possível, é que os companheiros fiquem afastados do Ginásio para evitar aglomerações.

No mais novo ponto de vacinação, que também conta com drive-thru, na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), o movimento também era tranquilo. Segundo um dos funcionários do local, a procura foi maior entre às 7h30 e 9h. 

Nas proximidades do local, que foi aberto nesta semana, foi registrada fila de carros que chegou a quase 2 km, no fim da tarde de sexta-feira (25). De acordo com o leitor, a carreira de carros se estendia da entrada da universidade até a Rua Tenente Lira, a 1,8 km de distância.

Jornal Midiamax