Cotidiano

Vacinação avança e mortes por covid caem 35% em duas semanas em Campo Grande

Contágio também caiu de 430 para 242 casos de covid por dia na Capital

Mylena Rocha Publicado em 19/07/2021, às 08h32

Campanha tem avançado e capital sul-mato-grossense atingiu marca de 40% da população adulta imunizada.
Campanha tem avançado e capital sul-mato-grossense atingiu marca de 40% da população adulta imunizada. - Leonardo de França/Midiamax

Com o avanço da vacinação e a queda na taxa de contágio, os indicativos da pandemia têm apresentado melhora nas últimas semanas. O panorama é muito diferente do cenário vivido no início do mês de junho, quando houve colapso na saúde pública diante da falta de leitos. Para se ter uma ideia, as últimas duas semanas apresentaram redução de 35% no registro de mortes por coronavírus em Campo Grande, em comparação com a quinzena anterior. 

Somente na última quinzena, entre os dias 4 e 18 de julho, Campo Grande registrou 3.400 casos novos de coronavírus, uma média de 242,8 exames positivos por dia. O número ainda deve melhorar, mas apresenta um avanço em comparação com a quinzena anterior, quando foram registrados 6.021 casos novos, com uma média de 430 exames positivos a cada 24 horas em Campo Grande. Os dados mostram que somente com relação aos casos novos de coronavírus, houve uma redução de 43,5%.

Com relação aos óbitos, a queda nos registros também foi significativa em Campo Grande. Nas últimas duas semanas, foram registradas 159 mortes por coronavírus, uma média de 11,3 óbitos diários. Já na quinzena anterior, foram 246 mortes, uma média de 17,5 óbitos por dia. Os dados foram analisados conforme boletins epidemiológicos da SES (Secretaria de Estado de Saúde) e mostram uma queda de 35,3% no registro de mortes na comparação entre as quinzenas.

Campo Grande celebrou, no último sábado (17), a marca de 40% da população adulta totalmente imunizada contra o coronavírus, ou seja, quem recebeu duas doses ou a vacina de dose única. A campanha de vacinação contra a covid-19 começou no dia 19 de janeiro em Campo Grande. A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) reforça que, em sete meses, 420,9 mil pessoas foram vacinadas na Capital, destas 272,4 mil receberam dose de reforço ou dose única.

Apesar do avanço da campanha, ainda não é hora de relaxar com os cuidados. O Estado prevê que 80% da população adulta deve ser vacinada com, pelo menos, uma dose até o fim de agosto. Contudo, ainda vai demorar para que os campo-grandenses possam abandonar o uso de máscaras. 

O titular da Sesau, José Mauro Filho, disse, na última semana, que os cuidados devem continuar. "Apesar desse avanço na vacinação, é preciso lembrar que a doença não está sob controle. Precisamos vacinar a população, ainda vai levar um tempo para que esta seja só uma página triste da nossa história. Esperamos acabar com isso em breve, para retornar a vida ao normal", reforçou o secretário de saúde.

Quem vacina nesta segunda-feira? 

A aplicação da primeira dose de vacina contra o coronavírus foi suspensa. Nesta segunda-feira (19), há somente a aplicação da dose de reforço das vacinas Astrazeneca, Coronavac e Pfizer em Campo Grande. 

Conforme calendário divulgado pela Sesau, devem comparecer aos pontos de imunização aqueles que receberam a primeira dose da Coronavac até o dia 24 de junho. Além disso, recebe a dose de reforço quem foi vacinado com a Astrazeneca até o dia 13 de maio e a Pfizer até o dia 17 de maio. 

Jornal Midiamax