Cotidiano

Terceiro paciente transferido por falta de UTI em MS morre em SP

Homem foi transferido na tarde de terça-feira para o outro estado

Fábio Oruê Publicado em 09/06/2021, às 09h35

Pacientes são transferidos por conta da superlotação dos leitos
Pacientes são transferidos por conta da superlotação dos leitos - Foto: Reprodução

Homem de 66 anos que foi transferido para São Paulo pela falta de leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) em Mato Grosso do Sul morreu vítima da covid-19 na madrugada desta quarta-feira (5). 

De acordo com a SES (Secretaria Estadual de Saúde), o homem, que era de Campo Grande, morreu por volta de 5h. Ele foi transferido na tarde de terça-feira (8) para SP por conta de seu estado grave e a falta de vagas em MS.

O homem é a terceira vítima dentre os pacientes que foram transferidos de MS para outros estados. A primeira é uma paciente de 52 anos de Dourados, que morreu na noite de segunda-feira (7), em Porto Velho (RO).

Ela integrava o quantitativo de nove pacientes que foram encaminhados à capital rondoniense na sexta-feira (4). Já o segundo óbito é de um homem de 53 anos, de Maracaju, que faleceu nesta terça-feira.

Ele estava internado em São Paulo, no Hospital Geral Vila Penteado e integrava o grupo de cinco pacientes que foram transferidos para a capital paulista no último domingo (6). Esta última morte é de um paciente de um grupo de cinco pessoas transferidas para SP ontem

Jornal Midiamax