Cotidiano

Somente em 2021, mais de 480 crianças já contraíram Covid-19 em MS

Desde o começo do ano, 486 crianças de zero a nove anos foram infectadas por coronavírus em Mato Grosso do Sul.

Dândara Genelhú Publicado em 22/01/2021, às 13h33 - Atualizado às 13h55

Em MS, mais de cinco mil crianças já foram infectadas por coronavírus. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)
Em MS, mais de cinco mil crianças já foram infectadas por coronavírus. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax) - Em MS, mais de cinco mil crianças já foram infectadas por coronavírus. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Desde o começo do ano, 486 crianças de zero a nove anos foram infectadas por coronavírus em Mato Grosso do Sul. Bebês com menos de um ano de idade são os que registram maior número de casos confirmados, são 89 apenas neste ano.

O levantamento foi realizado com base nos microdados disponibilizados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). Os números foram registrados até a última quarta-feira (20).

Então, 325 destas crianças estão em tratamento domiciliar. Assim, outras seis estão internadas devido à doença e o Estado já registrou o primeiro óbito desta faixa etária.

Em 14 de janeiro, uma menina de oito anos faleceu por complicações do coronavírus. A criança tinha síndrome de Down e era moradora de Ribas do Rio Pardo, a 97 km de Campo Grande.

Outras idades e quantidades de casos registrados em 2021: um ano (44), dois anos (55), três anos (27), quatro anos (35), cinco anos (41), seis anos (49), sete anos (43), oito anos (44), nove anos (59).

Coronavírus e crianças de MS

No total, MS já registrou 5.071 casos de coronavírus em crianças de zero a nove anos. Em relação às mortes, foram confirmadas quatro desde o começo da pandemia.

Além da vítima deste ano, em dezembro, foi registrada a morte de uma menina de nove anos por complicações do coronavírus. A criança era de Naviraí, a 359 km da Capital, e ela tinha comorbidades, como asma e doença neurológica crônica.

Em novembro, a vítima foi uma menina de oito anos, da cidade de Sidrolândia, a 70 km de Campo Grande. A menina era portadora de Insuficiência Renal Crônica.

No dia 28 de outubro, o estado registrou a primeira morte de uma criança em decorrência do coronavírus. A vítima era um menino de cinco anos, que teve o diagnóstico positivo para a doença. Segundo informações divulgadas pela secretaria, o menino era autista e tinha comorbidades, como asma e obesidade.

Jornal Midiamax