Cotidiano

Rio Paraguai está próximo de atingir o menor nível dos últimos 100 anos

Régua instalada no rio indicava que nível estava com 34 centímetros negativos do normal

Mariane Chianezi Publicado em 28/09/2021, às 16h20

None
Anderson Gallo/Diário Corumbaense

O Rio Paraguai está próximo de atingir um dos níveis mais críticos desde 1910. Nesta terça-feira (28), a altura do rio estava em -34 centímetros, indicava régua. A marca supera os – 32 centímetros registrados em outubro de 2020, conforme o Centro de Hidrografia e Navegação do Oeste. MS enfrenta uma das piores secas dos últimos 50 anos.

Conforme divulgado pelo Diário Corumbaense, do Serviço Geológico do Brasil – CPRM indicam para marcas ainda mais baixas e que podem se igualar a seca de 1910, quando em outubro daquele ano, o nível mínimo do rio Paraguai, em Ladário, chegou aos -48 centímetros.

Para o dia 1° de outubro, a previsão é de -37 centímetros na régua de Ladário. No dia 08, o nível do rio pode atingir altura negativa de 44 centímetros. As projeções apontam – 48 cm nos dias 15 e 22 de outubro (marcas que podem indicar estabilidade).

“Os modelos começam a indicar a tendência à estabilização do nível d’água em algumas estações. Considerando que para as próximas semanas, as precipitações previstas na bacia serão pouco significativas, o rio Paraguai continuará a apresentar a tendência ao declínio do seu nível principalmente a partir da estação de Ladário e a jusante da mesma”, informa o boletim do Serviço Geológico do Brasil – CPRM.

O maior ciclo de seca registrado no Pantanal foi de dez anos consecutivos (1964 a 1973). Nesse ciclo, o nível mínimo foi de 61 centímetros abaixo do zero da régua, ocorrido em 1964, segundo a Embrapa Pantanal. 

Jornal Midiamax