Cotidiano

Público prioritário para vacinação, presos em MS começam a ser imunizados contra covid

Detentos em 7 cidades já começaram a receber as doses

Gabriel Maymone Publicado em 20/05/2021, às 10h18

Presos fazem parte de grupo prioritário
Presos fazem parte de grupo prioritário - Divulgação

O PNI (Plano Nacional de Imunização) traz uma série de grupos considerados prioritários na vacinação contra a covid, que precisam s er imunizados antes do público geral - aqueles que não fazem parte de nenhum público de prioridade. Entre eles está o de pessoas privadas de liberdade, que já estão começando a receber doses em Mato Grosso do Sul.

Conforme dados do 'vacinômetro', até a manhã desta quinta-feira (20), 224 presos em MS já haviam sido vacinados. A população carcerária estimada para o Estado é de 19.403 pessoas.

Município com maior número de vacinados em presídios, Nova Andradina aplicou a 1ª dose em 98% dos presos, ou seja, 144 dos 146 detentos. Em seguida está Aquidauana e Bataguassu, com 25 presos vacinados em cada cidade. Também houve aplicação de dose em Cassilândia (18), Mundo Novo (10), Corumbá (3) e Chapadão do Sul (2). 

Em nota, a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de MS) afirma que a vacinação já está sendo realizada em cadeias de: Amambai, Cassilândia, Coxim, Dourados, Rio Brilhante e Nova Andradina. Na quarta-feira (19), unidades penais de Campo Grande tambéem estavam aplicando doses em presos.

Ainda de acordo com a nota, a Agepen informou que já solicitou à SES (Secretaria Estadual de Saúde) a inclusão dos internos sob a guarda da Agepen no estado no grupo prioritário de vacinação.

Os municípios com maior população carcerária em MS são: Campo Grande (8.804), Dourados (3.162), Ponta Porã (1.156), Três Lagoas (1.051) e Naviraí (892).

Jornal Midiamax