Cotidiano

Procon e Polícia Civil interditam empresa de consórcios por irregularidades em Campo Grande

Ação foi realizada nesta terça-feira

Ranziel Oliveira Publicado em 29/09/2021, às 16h03

Atividades foram temporariamente suspensas
Atividades foram temporariamente suspensas - (Foto: Divulgação / Procon Estadual)

Os serviços da empresa Real Fenix Consórcios e Serviços Financeiros foram temporariamente suspensos. A empresa não possuía alvará de funcionamento e foi interditada pelo Procon Estadual, em ação conjunta com o Procon Municipal de Campo Grande e a Polícia Civil, nesta terça-feira (28).

A ação foi realizada após a denúncia de que a empresa estava operando em desacordo com as normas de Proteção e Defesa do Consumidor. No local foi constatado que o estabelecimento atua na venda de consórcios para aquisição de bens, móveis e imóveis, mesmo não tendo alvará para a atividade.

A equipe ainda constatou que o local não disponibilizada o Código de Defesa do Consumidor, nem placas informando sobre o código. Com isso, os fiscais autuaram a empresa e suspenderam as atividades até que todas as irregularidades sejam sanadas.

Jornal Midiamax