Pela 1ª vez no ano, MS tem menos da metade dos leitos de UTI covid ocupados

Taxa de ocupação de leitos caiu para 47% no Estado, segundo plataforma Mais Saúde
| 16/08/2021
- 19:30
Medicamentos não são adotados no SUS no Estado.
Nesta segunda, a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid é de 47,54%. - Henrique Arakaki/Midiamax

Com o avanço da vacinação, os indicativos da pandemia têm apresentado melhoras em Mato Grosso do Sul. Mais uma boa notícia para o Estado é que, desde domingo (15) e pela primeira vez no ano, menos da metade dos (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com coronavírus estão ocupados. Com dados levantados no início da tarde desta segunda (16), a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid é de 47,54%. 

Os dados são levantados no painel Mais Saúde da SES (Secretaria de Estado de Saúde). Conforme levantamento, MS possui 528 leitos UTI adulto para pacientes com SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) e Covid, sendo que há 251 pacientes em estado grave internados em hospitais no Estado. Sendo assim, restam 277 no sistema de saúde. 

Em relação aos municípios, a taxa de ocupação de leitos para pacientes com coronavírus em Campo Grande é de 54,80%, ou seja, há 127 leitos de UTI Covid vagos. Em Dourados, a taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com coronavírus é de 45,61%, enquanto em Três Lagoas é de 27,5% e Corumbá tem o menor índice, com 25% dos leitos ocupados. Os quatro municípios são sedes de macrorregiões de saúde e recebem pacientes de outras cidades.

A situação do Estado é bem diferente do registrado há dois meses. O recorde de internações foi registrado no dia 8 de junho em MS, com 1.339 pessoas internadas com covid, sendo que 565 delas estavam em estado grave em UTIs. O painel 'Mais Saúde' mostrava uma taxa de ocupação de 105%, com 31 pacientes atendidos além da capacidade e pessoas encaminhadas para internações em Rondônia e São Paulo.

Veja também

Lei de 2015 isentou IPTU por cinco anos e ISSQN por dez anos para estacionamentos verticais

Últimas notícias