Cotidiano

Para evitar quedas, Dourados vai remover árvores tombadas

As duas figueiras estão localizadas no canteiro central da Avenida João Candido Câmara, entre as ruas Ciro Melo e Oliveira Marques

Marcos Morandi Publicado em 29/09/2021, às 08h28

Tombamento foi cancelado e figueiras serão removidas
Tombamento foi cancelado e figueiras serão removidas - Imam/Assecom

Após vistoria feita pelo Imam (Instituto do Meio Ambiente), a Prefeitura de Dourados decidiu remover duas árvores tombadas pelo Patrimônio Histórico da cidade. Elas estão localizadas no canteiro central da Avenida João Candido Câmara, entre as ruas Ciro Melo e Oliveira Marques.

As duas figueiras, segundo laudos de técnicos do Imam, estão bem deterioradas e correm risco de queda. “Atualmente, a árvore 1, vistoriada em maio/2021 encontra-se morta, aguardando remoção. A árvore 2 apresenta estado fitossanitário péssimo, com copa totalmente desprovida de folhas”, diz o parecer.

“Portanto, considerando-se o ponto de vista fitossanitário da árvore 2 e o risco decorrente para a população, como quedas de galhos proeminentes, característicos da espécie, recomenda-se a remoção e substituição por outro indivíduo arbóreo no local”, conclui o laudo.

Por se tratar de árvores tombadas, o Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de Dourados aprovou o termo de Autorização para Cancelamento de Tombamento, publicado no Diário Oficial n° 5.503, de 23 de setembro de 2021, para que as duas figueiras sejam removidas.

Jornal Midiamax