Cotidiano

Apesar de frio da semana que vem, outono de 2021 será mais quente do que últimos anos em MS

Estação não promete frio rigoroso no Estado

Ranziel Oliveira Publicado em 22/04/2021, às 16h00

Frente fria deve chegar na terça-feira (27)
Frente fria deve chegar na terça-feira (27) - (Foto: Leonardo de França /Jornal Midiamax)

A estação de outono será mais quente do que nos últimos anos em Mato Grosso do Sul, porém, a chegada da estação será marcada por uma queda nas temperaturas. Conforme o departamento de Meteorologia da Uniderp, a próxima semana pdoe registrar temperaturas na casa dos 11 ºC, mas sem risco de frio extremo. Em Campo Grande, lojas já abastecem os estoques com roupas de frio

As afirmações são detalhadas pelo o meteorologista, Natálio Abraão Filho, “Não haverá frio intenso no outono, o que temos é uma massa de ar frio na semana que vem. Chegará uma frente fria no litoral do país entre terça (27) e quarta-feira (28). Como resultado, haverá uma queda na temperatura, Entre 11 ºC e 12 ºC, no centro sul de Mato Grosso do Sul: Campo Grande Dourados, Ponta Porã e Amambai. Não tem previsão de chuva, só nuvens e frio entre 27 e 28”, disse ele.

Para o período do Inverno ainda não foi feito um prognóstico, pois o memso só é feito próximo da mudança de estações.

Características  da Estação

No início, verificam-se características residuais do fim do verão, como pancadas de chuvas nos finais de tarde, chuvas isoladas, trovoadas e algumas rajadas de ventos.

Com o passar das semanas as mudanças nas condições de tempo, como manhãs mais frias (temperaturas mínimas), períodos mais longo sem chuva e maior frequência de nevoeiros, vão se consolidando.

A redução das chuvas e das nuvens é mais pronunciada com a umidade relativa em queda principalmente à tarde.

Ocorrem registros de temperaturas abaixo dos dez graus ocasionando até formações de orvalho na relva e gramados, inclusive com geadas em locais serranos das Regiões Sudeste, Sul e sudoeste do MS.

Nas Regiões Sul, Sudeste, sudoeste e parte da Região Central, as temperaturas tornam-se mais amenas devido à entrada de massas de ar frio, com temperaturas mínimas variando entre 09ºC a 16ºC, chegando a valores inferiores a 05ºC nos locais mais altos.

As temperaturas mais sensíveis próximas dos 10 graus podem ocorrer em regiões mais quente como Norte, Leste e Oeste do estado, em função de massas de ar polares de grande intensidade.

Chuvas

 As condições da climatologia do estado caracterizam-se pela diminuição das chuvas a partir de Abril, diminuindo a ocorrência de pancadas de chuva, trovoadas e rajadas de ventos. Mas não estarão ausentes de ocorrer.

Alerta – Os meses de Abril e Maio serão caracterizados como os meses de intensa estiagem. Serão dois meses de seca muito significativa com índices de chuva muito baixo ou sem chuva totalmente. Provavelmente as queimadas devem aumentar significativamente.

Esse período de poucas chuvas deve ocorrer no mês de Junho. Alguns pontos da região central podem chover pouco ou dentro da média.  No mês de Maio, alguns períodos mais intensos de seca definem o período da estiagem e de queimadas nas diversas regiões. Alerta de queimadas.

Abril - As chuvas vão diminuir intensamente na região, com índices máximos oscilando de 35mm a 45mm no norte do Mato Grosso do Sul. Os menores índices de precipitação poderão variar abaixo de 25mm no restante do Mato Grosso do Sul.

Maio - Os maiores índices de precipitação poderão variar de 30 a 40 mm no Norte e Nordeste do Mato Grosso do Sul e abaixo de 15mm no restante da região. Prevê-se que as precipitações ficarão dentro ou abaixo das normais climáticas.

Junho – Os índices poderão atingir valores insignificantes, abaixo dos dez milímetros nas regiões Central, Sul, Oeste e Sudeste. Valores mais significativos podem ser esperados nas regiões Norte e Nordeste.

Temperaturas

As temperaturas máximas devem variar entre 28°C e 35°C a partir do Centro para o Norte e Oeste do estado. Com a ocorrência de veranicos, essas temperaturas podem oscilar bastante, mas é pouco provável acima dos 36°C.

As temperaturas podem ficar acima das medias históricas em todo o estado. Não se descarta ocorrer nas regiões Norte e Oeste do estado valores mais acentuados. As temperaturas começarão a diminuir em grande parte da região a partir da última semana de abril.

No entanto nos meses de Maio e Junho, na ausência de massa de ar fria, as temperaturas devem ficar muito elevadas, o calor será sensível principalmente com umidade relativa baixa.

Haverá frio em alguns dias nos meses de Maio e Junho, mas as ondas de calor serão mais frequentes e a sensação de abafamento vai predominar.

Os modelos indicam temperaturas mínimas no mês de Maio. Valores próximos ou até abaixo dos 05°C (cinco) são esperados em curtos períodos.

Em Junho esperam-se, ao menos, dois padrões polares adentrando o estado com temperaturas abaixo dos 07°C(quatro) positivos. Há poucas chances de geadas no estado. 

Temperaturas mínimas esperadas no outono 2021. Devem ficar acima da média durante o Outono, na seguinte situação.

1 - Abril - 60% chance acima da média, com poucas massas de ar frias.

2 - Maio - chance 45% acima da média. Haverá massas de ar polares fracas com frio abaixo dos oito graus.

4 - Junho - chance de ficar 40% acima das medias. Haverá massas de ar polares com frio abaixo dos seis graus.

Em Resumo, outono mais quente que os anos anteriores.

Jornal Midiamax