Cotidiano

Nível do rio Aquidauana sobe e município monta abrigos para atender ribeirinhos

Com as chuvas frequentes desde o começo de janeiro, a cidade de Aquidauana está em alerta para enchentes e até montou abrigos para atender desabrigados, principalmente os ribeirinhos. O rio que dá nome ao município, a 140 km de Campo Grande, chegou a medir 7,8 metros, mobilizando Defesa Civil, militares e a assistência social.   O […]

Mylena Rocha Publicado em 22/01/2021, às 08h26 - Atualizado às 08h38

Apesar de alto, nível do rio é considerado estável e segue diminuindo. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Aquidauana)
Apesar de alto, nível do rio é considerado estável e segue diminuindo. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Aquidauana) - Apesar de alto, nível do rio é considerado estável e segue diminuindo. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Aquidauana)

Com as chuvas frequentes desde o começo de janeiro, a cidade de Aquidauana está em alerta para enchentes e até montou abrigos para atender desabrigados, principalmente os ribeirinhos. O rio que dá nome ao município, a 140 km de Campo Grande, chegou a medir 7,8 metros, mobilizando Defesa Civil, militares e a assistência social.  

O nível médio do rio Aquidauana é de 3,3 metros, então quando o rio atingiu nível de 7 metros, equipes da Prefeitura se mobilizaram para atender os moradores da cidade e, principalmente, os ribeirinhos. O trabalho conta com equipes do 1º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros, 9º Batalhão de Engenharia e Combate, 7º Batalhão da Polícia Militar e a Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição.

“A Defesa Civil Municipal junto com as secretarias municipais de Assistência Social, Obras, Planejamento e Saúde já estão organizaram e montaram a estrutura de atendimento às famílias que porventura ficarem desalojadas, caso as águas do rio Aquidauana continuarem subindo”, informou a Prefeitura de Aquidauana.

Aquidauana montou dois abrigos para atender famílias ribeirinhas que possam ficar desabrigadas por conta da chega do rio. Um dos abrigos foi montado no Salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora da Imaculada Conceição e outro fica no salão da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Conforme informações do jornal O Pantaneiro, duas famílias já foram atendidas durante a madrugada em Aquidauana. As famílias vivem nas proximidades da Ponte Velha e precisaram ser removidas.

Jornal Midiamax