Cotidiano

MS tem representantes de todas as universidades públicas em ranking internacional de pesquisadores

UFGD é a que possui mais pesquisadores, com 85 no total

Lucas Mamédio Publicado em 09/10/2021, às 09h11

Pesquisadores na UFGD
Pesquisadores na UFGD - Foto: Divulgação

Todas as universidades públicas de Mato Grosso do Sul têm pesquisadores no ranking da AD Scientific Index, índice que avalia pesquisadores de universidades de todo o mundo, conforme citações a seus trabalhos na ferramenta Google Acadêmico.

A UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) aparece como única representante das universidades privadas, com apenas um representante. Segundo a lista, são avaliados mais de 700 mil pesquisadores, em 206 países e 13.500 universidades.

A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) registrou o maior número de pesquisadores com 85 integrantes no ranking. Entre os países participantes, o Brasil está na 17ª posição, segundo colocado quando comparado aos países integrantes dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e encabeçando a lista da América Latina.

Já a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, na segunda posição levando em conta apenas MS, tem oito pesquisadores no ranking. O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) vem logo em seguida com quatro pesquisadores ranqueados. A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), última entre as públicas, tem dois pesquisadores.

De acordo com o portal do AD Scientific Index, esse é um estudo que aponta os coeficientes de produtividade total dos últimos cinco anos dos cientistas, com base em escores e citações no Google Acadêmico. “É um sistema de classificação e análise baseado no desempenho científico e no valor agregado da produtividade científica de cientistas individuais. Além disso, fornece rankings de instituições com base nas características científicas de cientistas afiliados”, informa a descrição do índice.

Acesse o ranking completo neste link.

Jornal Midiamax